Falôôô… A opinião de Jota Jota

Vimos nas redes sociais diversos comentários sobre as atuações da Desportiva Juazeirense dentro da Copa do Brasil, que pela segunda vez seguida mostrou que, embora seja um pássaro pequeno, voa rasante e é copeiro causando surpresas agradáveis para o futebol baiano.

Nas duas partidas diante do Palmeiras, as expectativas eram de que o Cancão de Fogo seria goleado nas duas oportunidades, mas não aconteceu e o elenco milionário do Verdão teve dificuldades em abater o pequeno e ousado pássaro. Daí as opiniões elogiosas direcionadas ao time da Juazeirense e ao seu treinador Quintino Barbosa, principalmente porque a Juazeirense não fora bem no certame estadual.

Barbosinha montou dois esquemas defensivos, e dificultou por demais a vida de Abel Ferreira, que neste segundo jogo teve que usar o seu elenco principal, e que enquanto em campo, não venceu os ribeirinhos do Velho Chico, e um pênalti por acaso retirou o empate, fazendo o Palmeiras sair vencedor.

É, mas este certame está totalmente virado e travado na chave de competições, que agora fica travada e direcionada para a série “D” no grupo 4, onde vem na vice-liderança, e buscando a classificação para a próxima fase. O Cancão de Fogo vem de um triunfo diante do coirmão Jacuipense e agora joga em casa contra o campeão estadual o Atlético de Alagoinhas, que aliás tem sido nos últimos jogos o algoz da Juazeirense.

Mas a fase da Copa do Brasil, e os resultados conseguidos até então na série “D”, lhe dão a credibilidade de chegar entre os 4 primeiros do grupo 4 ou D como queiram, e passar para a fase seguinte da competição sem precisar de contar com resultados paralelos.

Sempre fui um crítico contumaz dos inícios das temporadas e métodos utilizados pelos dirigentes do clube, que erram muito em suas ações, mas a partir de 2021 as coisas tiveram uma reviravolta passiva de observações e elogios pela segurança, rápidas ações corrigindo erros, e solidificando sua caminhada no futebol da Bahia. Claro que acidentes de percursos acontecem como no Campeonato Baiano, lutando para não cair e ficando na sétima posição.

A administração tratou de agir rápido sem alardes, trocou o treinador reconduzindo um verdadeiro sócio da comissão técnica o Barbosinha, dispensou alguns atletas, e trouxe reforços pontuais para recuperação dentro de campo.

Dos quatro baianos que jogam a série D, a Juazeirense tem a confiança não só dos seus torcedores e desportistas de Juazeiro, mas também da torcida baiana, que ontem eram Cancão de Fogo desde menininho.

Está acontecendo Juazeirense, só depende de você.

Olha o Cancão de Fogo aí genteeeee

#PRONTOFALEI@RECEBEAAAAA.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here