Juazeirense lamenta empate com o Bahia na estreia no Baianão

Por Carlos Humberto – texto e fotos
Elcarlos fez boa apresentação na estreia

A Juazeirense iniciou sua jornada no Campeonato Baiano empatando no Adauto Moraes com a equipe Sub-23 do Bahia em 1 a 1, na noite desta quarta-feira 22.

O resultado foi considerado ruim pelos dirigentes e jogadores, que lamentaram as chances desperdiçadas principalmente na segunda etapa, através de Douglas Valle e Gugu, quando o Cancão exercia forte pressão sobre os visitantes.

O técnico Vladimir de Jesus também não gostou do resultado e criticou o comportamento da equipe em alguns momentos: “Nosso time oscilou muito, alternando momentos de lucidez e outros de apatia, mas isso é normal numa estreia” – opinou.

Para o presidente Roberto Carlos, o Cancão de Fogo “Não soube se impor em casa diante de um adversário tecnicamente inferior e, no futuro, poderemos lamentar a oportunidade que tivemos de começar a temporada com uma vitória convincente sobre o time da capital. Para um time que pretende ser campeão isso não pode acontecer” – cobrou o mandatário.

Na primeira etapa, as duas equipes se revezaram no comando das ações e o placar não foi movimentado. Mas, no segundo tempo, logo a um minuto de bola rolando, o volante Jhonata aproveitou bobeira do goleiro tricolor e abriu o marcador para a Juazeirense. Aos 12 minutos, Ramon, cobrando pênalti, deixou tudo igual.

Se não apresentou um bom futebol coletivo, individualmente alguns jogadores se destacaram, a exemplo do meia-atacante Elcarlos, do lateral Wendell e dos meias Jhonata e Clebson. O zagueiro Kanu teve uma estreia discreta, mas mostrou segurança ao lado de Júnior Gaúcho.

A Juazeirense volta a jogar no próximo sábado 25, quando enfrenta o Jacobina no Estádio Roberto Santos, em Salvador, às 16 horas. Já o Bahia enfrenta o Vitória da Conquista no domingo 26, no mesmo local e horário.

FICHA TÉCNICA
Juazeirense 1 x 1 Bahia
Campeonato Baiano – 1ª rodada

Local: Adauto Moraes, em Juazeiro
Data: 22/01/2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos
Auxiliares: Paulo de Tarso Bregalda Gussen e Edevan de Oliveira Pereira

Cartões amarelos: Clebson, Nino Guerreiro, Anderson (2x) (Juazeirense) / Cristiano (Bahia)

Cartão vermelho: Anderson

Gols: Jhonata (Juazeirense) / Ramon (Bahia)

Juazeirense: Roger Kath (Milton); Alex Travassos, Kanu, Junior Gaúcho e Wendell; Waguinho, Jhonata, Clebson e Elcarlos; Jeam (Gugu) e Nino Guerreiro (Douglas Valle). Técnico: Vladimir de Jesus

Bahia: Fernando; Willean Lepo; Ignácio, Anderson e Mayk; Edson, Ramon (Luciano Buiu) e Caio Mello (Cristiano); Gustavo, Gabriel Esteves e Saldanha (Caíque). Técnico: Dado Cavalcanti.

Público total: 1.698 (1.585 pagantes e 113 não pagantes)

Renda: R$ 28.895,00