Por Carlos Humberto - texto e foto

Depois de cinco jogos no Campeonato Baiano – incluído aí a histórica goleada sofrida diante do Bahia – a Juazeirense fez as pazes com a vitória, ao bater o Fluminense nesta quarta-feira 20 no Adauto Moraes por 1 a 0, gol de rara beleza do lateral Ewerton, aos 23 minutos da segunda etapa.

Não foi o melhor jogo do time local – longe disso -, mas o de melhor aproveitamento, se comparado às chances criadas pelo adversário. A depender do lado, as justificativas reescrevem chavões do cotidiano do futebol. Para os vencedores, importa os três pontos; para os perdedores, “não merecíamos perder” e “quem não faz, leva”, entre outras desculpas conhecidas.

Na reestreia do técnico Carlos Rabello, a equipe apresentou uma nova postura fortalecendo o meio de campo, formado por três volantes e um armador, e mostrou velhos problemas de outras jornadas, entre os quais o distanciamento entre os dois zagueiros de área e a falta de uma ligação constante entre o meio de campo e o ataque, para citar os mais preocupantes.

No primeiro caso, que não é um erro técnico, porque os jogadores da posição tem talento, uma correção no posicionamento da zaga resolve o problema. Preocupa mais a orfandade dos nossos atacantes, carentes de uma aproximação maior com o meio de campo, que demora a chegar ao ataque. A boa notícia, é o crescimento do jogador Rogerinho, cada vez mais próximo da forma ideal, mas ainda distante da área adversária. Isolados, Nino e Hugo pouco produzem. Se o porte físico de Nino incomoda os zagueiros, a movimentação do jovem Hugo precisa ser mais disciplinada e objetiva para não se desgastar à toa.

Se vencer é o que importa, o Cancão cumpriu seu papel, em noite que dois personagens roubaram a cena: o golaço do lateral Ewerton, e as defesas providenciais do goleiro Douglas, que aparenta ganhar aos poucos a confiança e competência apresentadas em outros clubes.

Próximos jogos

O Cancão de Fogo volta a campo no próximo domingo 24, quando recebe o Vitória, às 17 horas, no Adauto Moraes, em jogo da 6ª rodada. No mesmo dia, às 16 horas, o Touro do Sertão enfrenta o Vitória da Conquista, no Joia da Princesa, em jogo válido pela 7ª rodada.

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE 1 x 0 FLUMINENSE

Campeonato Baiano 2019 (complemento da 2ª rodada)

Data: 20 de fevereiro de 2019, quarta-feira

Horário: 20h30

Local: Estádio Adauto Moraes

Gol: Ewerton, aos 23 minutos do 2º tempo

Juazeirense: Douglas Pires, Ewerton, Emílio, Emerson e Wallace (William); Vaguinho, Mika (Kattê), Patrik (Maicon) e Rogerinho: Hugo e Nino Guerreiro. Técnico: Carlos Rabelo

Fluminense: Leo, Edson, Cristiano, Marcelo e Chico Bala (Drey); Rodolfo (Diego Aragão), Moreilandia, Marcos Vinicius (Jussimar) e Assis; Reinaldo Alagoano e Bambam. Técnico: Chiquinho Lima

Arbitragem: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista, auxiliado por Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira Santos. 4º árbitro:

Cartão amarelo: Nino e Mika (SDJ); Marcelo, Rodolfo e Cristiano (FLU)

Público pagante: 337 (Total: 374)

Renda: R$ 5.540,00

C  EQUIPE P J V E D GP GC SG %
1 Bahia 11 6 3 2 1 14 5 9 61.11
2 Vitória 11 5 3 2 0 10 4 6 73.33
3 Bahia de Feira 11 6 3 2 1 12 8 4 61.11
4 Fluminense 9 6 2 3 1 5 3 2 50.00
5 Vitória da Conquista 7 6 2 1 3 6 10 -4 38.89
6 Atlético 7 6 1 4 1 12 11 1 38.89
7 Jequié 6 6 1 3 2 7 11 -4 33.33
8 Jacobina 5 6 1 2 3 7 11 -4 27.78
9 Juazeirense 5 5 1 2 2 5 11 -6 33.33
10 Jacuipense 4 6 1 1 4 6 10 -4 22.22