Da Redação
Libertadores Velez 2×3 Flamengo 20.abr.2021 (Foto Marcelo Cortes CRF Divulgação)

A primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2021, que não começou bem para os times brasileiros com as derrotas de Santos e Internacional, terminou com duas vitórias consagradoras de Flamengo e São Paulo fora de casa, nesta terça-feira 20. No balanço das estreias, foram duas derrotas e duas vitórias para os representantes nacionais.

Nos jogos das 19h15, o Santos decepcionou e foi batido pelo Barcelona de Guayaquil na Vila Belmiro, por 2 a 0, na primeira partida do grupo C. Os gols do time boliviano aconteceram no segundo tempo – Garcéz, fez o primeiro aos 8 minutos, e o lateral Pará, aos 23, marcou contra sua própria meta, definindo o resultado.

A segunda derrota brasileira aconteceu na altitude de La Paz, no Estádio Hernando Siles, quando o Internacional perdeu para o Always Ready pelo mesmo placar, em jogo do grupo B. Como aconteceu na Vila, os gols foram marcados na segunda etapa através de Saucedo, aos 8 minutos, e Algarañaz, aos 49, nos acréscimos da partida.

Nos jogos das 21 horas, a história mudou e os representantes brasileiros se deram bem superando os adversários fora de casa.

No Estádio Nacional de Lima, no Peru, em partida do grupo E, o São Paulo foi absoluto contra o Sporting Cristal e atropelou o time peruano por 3 a 0, com gols de Luan, no primeiro tempo, e Benitez e Eder no segundo.

Pelo grupo G, na Argentina, no estádio José Amalfitani, o Vélez Sarsfield, recebeu o Flamengo e sofreu virada de 3 a 2 em grande reação rubro-negra. Janson marcou os dois gols do líder do campeonato argentino, enquanto Willian Arão, Gabigol e Arrascaeta balançaram as redes para o Flamengo. Curiosamente, foi o primeiro confronto entre as duas equipes em jogos da Libertadores. Por outras competições, a história registra nove jogos, sendo seis vitórias para o Flamengo, um empate e duas derrotas.

SUL-AMERICANA

Atuando em casa, o Atlético Goianiense não saiu do empate em 0 a 0 com o Newells Old Boys, da Argentina, em jogo que abriu a disputa no grupo E da Sula.

Em Quito, pelo grupo D, o Athletico lutou contra a altitude de 2.800 metros para vencer o equatoriano Aucas, no Estádio Olímpico, por 1 a 0, gol de Erick aos 37 do primeiro tempo.