Iniciativa lembra a importância da atenção à saúde mental

Lopes Comunicação

Conscientizar a população sobre o cuidado com a saúde mental é o principal objetivo de uma série de lives que a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Salvador, por meio do curso de Psicologia, realizará nesta semana. Gratuitos e abertos ao público, os eventos ocorrerão no perfil @uninassau.salvador no Instagram, com abordagens sobre qualidade no sono como qualidade de vida; mindfulness como autocuidado; importância do esporte na saúde mental; e o trabalho como fonte de bem-estar.

A primeira live será na próxima quarta-feira (19), às 19h, e vai tratar sobre a qualidade do sono, com o especialista em mindfulness, Eli Samuel. Dia 21, no mesmo horário, os internautas vão acompanhar a discussão sobre mindfulness como autocuidado, com a especialista em psicoterapia cognitivo-comportamental e mestre em tecnologias em saúde, Marcela Cavalcante. Dia 22, às 18h30, o assunto é a importância do esporte na saúde mental, com o atleta e campeão brasileiro de judô, Paulo Fernando da Cruz. Já no dia 26, às 19h, a psicóloga e comunicóloga Mônica Lacerda falará sobre o trabalho como fonte de bem-estar. Encerrando o ciclo de lives, no dia 27, às 19h, a doutora em saúde pública e mestre em psicologia, Sara Chaves, ministrará um bate-papo sobre a relação das emoções com a saúde mental.

As atividades encontram relevância, sobretudo, na necessidade de romper o tabu com o qual a temática de saúde mental ainda é tratada. “Infelizmente, ainda é um assunto cercado de preconceitos e mitos. Falar sobre saúde mental é falar de vida e o mês de janeiro foi escolhido para essa campanha porque, culturalmente, nesse período, as pessoas estão mais propensas a refletir sobre a vida e as condições que as mantêm”, lembra a professora e coordenadora no curso de Psicologia da unidade Pituba da UNINASSAU, Helen Copque.

As inscrições estão abertas no site extensao.uninassau.edu.br e são voltadas tanto para estudantes da Instituição quanto para a comunidade externa de modo mais amplo. “A comunidade universitária sofre por diferentes aspectos, e pesquisas, ao longo do tempo, mostram que ansiedade e depressão são os principais problemas de saúde mental dessa população, o que nos leva ao importante lugar de falar sobre tais questões e apontar estratégias e mecanismos de melhora”, completa Copque.

Proposta das lives

A psicologia é a ciência que se debruça sobre os temas relativos à saúde mental. Assim, faz-se necessário abordar aspectos que promovem ou fortalecem a saúde das pessoas e não apenas abordagens sobre adoecimento, conforme aponta Helen Copque. “Com essa perspectiva que foi pensada a série de lives sobre os principais pilares para se ter uma boa saúde mental. Toda a população se beneficia de conteúdos e informações sobre os hábitos saudáveis e as condições que favorecem melhorar a vida, tornando-a cada vez mais valorosa”, conclui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here