Da Redação - Foto: Botafogo

Morreu na noite de terça-feira (5) a segunda vítima do atropelamento provocado pelo ex-jogador do Botafogo Marcinho. Maria Cristina José Soares estava internada desde o dia do acidente, em 30/12 e não resistiu aos ferimentos.

Após o acidente, a professora realizou um procedimento cirúrgico nas duas pernas, mas teve o quadro agravado ao ser diagnosticada com Covid-19. Maria precisou ser intubada, teve uma piora clínica e não resistiu, segundo o Globo Esporte.

Ela era com a outra vitima fatal, Alexandre Silva Lima. Em depoimento na Polícia Civil, Marcinho confessou que dirigia o veículo e alegou estar em velocidade reduzida. No entanto, testemunhas alegam que ele estava correndo e ainda teria passado por cima das vítimas depois do atropelamento.