Morre a cantora Claudia Telles, filha da estrela da bossa nova Sylvia Telles

Sucesso nos anos 1970, artista estava internada no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla

O Globo

Cantora Claudia Telles (Divulgação)

Morreu na noite de sexta-feira, aos 62 anos, a cantora Claudia Telles, por falência múltipla dos órgãos. Sucesso nos anos 1970, Claudia estava internada em estado grave no CTI do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte do Rio, após sofrer uma parada cardíaca. A morte foi anunciada por Bruno Telles, filho da artista, nas redes sociais e confirmada pelo hospital.

“Então, infelizmente tenho que vir dar essa notícia péssima a todos vocês, nossa artista, minha mãe descansou hoje, depois de muita luta e muita garra. Gostaria de agradecer cada um de vocês que acompanhou, torceu, orou, rezou, pela melhora dela… Cada um dos fãs que fizeram a carreira dela, a vida dela ser do jeito que foi. Ela tinha um carinho imenso por cada um de vocês. Com certeza foram vocês que fizeram a vida dela ser feliz do jeito que foi”, escreveu Bruno.

Uma fumante inveterada, a artista enfrentava problemas de insuficiência cardíaca, insuficiência renal e complicações na aorta, o que gerou endocardite (infecção no revestimento interno do coração). Ela estava internada no Ronaldo Gazolla desde o dia 13 de janeiro, com complicações cardíacas e pulmonares.

Cantora Claudia Telles (Divulgação)

Sucesso nos anos 1970, Claudia ganhou a fama com músicas como “Fim de tarde” e ‘Eu preciso te esquecer” . No início da carreira, fez coro para Roberto Carlos, José Augusto, Gilberto Gil, Jorge Ben, Belchior, Rita Lee e Fafá de Belém, entre outros.

Claudia era filha do compositor Candinho e da cantora Sylvia Telles, uma das maiores intérpretes da bossa nova. Sylvia morreu tragicamente em um acidente de carro, aos 32 anos.