Morre aos 78 anos Beckenbauer, ídolo do futebol alemão

0
1326
Franz Beckenbauer jogador e técnico Foto Bayern Munique - Divulgação
Da Redação

Antes de se recuperar totalmente da perda de Mário Jorge Lobo Zagallo na última sexta-feira, o mundo do futebol sofre novo abalo com a morte do jogador Franz Beckenbauer, o imperador alemão, 78 anos, divulgada nesta segunda-feira pela família do ícone do futebol.

No espaço de três dias, o futebol mundial perdeu dois dos três únicos campeões da copa como jogador e treinador. Continua vivo para confirmar a história o francês Didier Deschamps, atual treinador da seleção francesa.

Segundo familiares do ex-jogador e ex-técnico, campeão mundial pela seleção da Alemanha como jogador e treinador, a morte ocorreu no domingo enquanto dormia. A causa não foi revelada.

Confira a nota da família:

– É com profunda tristeza que anunciamos que meu marido e nosso pai, Franz Beckenbauer, faleceu pacificamente enquanto dormia ontem, domingo, cercado por sua família. Pedimos que possamos lamentar em silêncio e nos abster de qualquer pergunta – diz a nota.

O portal GE destacou que “Beckenbauer é um dos grandes ídolos da história do futebol alemão, campeão mundial com a seleção do país em 1974, dois anos depois de conquistar a Eurocopa. Como jogador, era referência histórica do Bayern de Munique, onde atuou por 13 anos e conquistou uma série de títulos”.

O ex-zagueiro também entrou para a história das Copas do Mundo ao conquistar o Mundial de 1990 como treinador. Desta forma, está em um seleto grupo que conta apenas com Zagallo, morto na sexta-feira, aos 92 anos, e Didier Deschamps, atual comandante da seleção francesa.

Beckenbauer era fã do futebol brasileira e amigo de Pelé e Carlos Alberto Torres. Sempre que vinha ao Brasil, se hospedava na casa do rei do futebol.