Por Tony Martins - Fotos: Arquivo
Os irmãos Mário (à frente) e Foguinho (camisa branca), na calçada da fama do Estádio Adauto Moraes

Faleceu no dia de ontem (01/07/2020) José Antonio Francisco de Moraes, Zé Foguinho, que se destacou no futebol de Juazeiro nas décadas de 1950/60. Ele foi o último dos filhos de Adauto Moraes a nos deixar: os outros que morreram foram Carlito (Teotó), Museu e Mário Moraes.

Foguinho se destacou atuando pelo Veneza, Botafogo, Juazeiro e seleção Juazeirense, nos tempos de Dozinho, Caboclinho, Beto Pernambucano, Zé Baga, Tucudu, Dick e Vavá Camisola, entre tantos, sendo, inclusive, artilheiro do Campeonato Municipal em 1957. Além de atleta, ele foi dirigente e técnico do Juazeiro Esporte Clube (equipe dirigida por seu pai durante muito tempo) e da seleção de Juremal no Campeonato Interdistrital.

Zé Foguinho que morreu aos 83 anos, era funcionário público aposentado da CODEVASF deixou 7 filhos. Sua partida consiste num desfecho histórico dos irmãos Moraes que fizeram parte do futebol juazeirense, deixando um legado de mais de sessenta anos, que teve início com o saudoso Adauto Moraes ainda na década de 1940, quando começou a dirigir o Juazeiro Esporte Clube.