Na reedição da final da Copa de 94, Brasil perde para a Itália

Da Redação

As seleções de futebol do Brasil e da Itália reeditaram nesta quinta-feira 9, 25 anos depois, a final da Copa do Mundo de 1994, realizada nos Estados Unidos, quando os Canarinhos venceram a Azurra nos pênaltis, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, e conquistaram o tetracampeonato.

Na repetição do jogo histórico, realizado no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, a bola balançou as redes e os italianos venceram a partida por 1 a 0, gol de Massaro, no segundo tempo. O encontro, intitulado Seleções de Lendas, foi organizado pela CBF para celebrar os 25 anos do tetra.

Com Dunga ausente, o técnico Carlos Alberto Parreira passou para Romário a faixa de capitão. A presença do craque do Tetra surpreendeu, vez que não mantém relacionamento amigável com a cúpula da CBF. Em entrevista à imprensa, o senador justificou sua participação para atender ao convite dos jogadores companheiros do título, e nada muda na relação com os cartolas. O público pode assistir os tetracampeões Taffarel, Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Cafu, Mauro Silva, Mazinho, Zinho, Paulo Sérgio, Bebeto, Romário, Gilmar Ronaldão, Ricardo Rocha, Viola e dos convidados Palhinha, Mauro Galvão e Careca.

Do lado italiano, o treinador Arrigo Sachi também não pode contar com o craque Roberto Baggio, mas escalou Baresi, Rossi, Costacurta, Evani e Massaro, autor do gol da vitória italiana.

GALERIA DE FOTOS – Por Lucas Figueiredo/CBF