Manto preto busca fazer reparação por histórico racista do clube

Texto: Maria Akemi - Foto: Náutico/Divulgação

O ano de 2020 escancarou o racismo em nossa sociedade. Seja nos Estados Unidos, com o movimento Vidas Negras Importam, seja no Brasil, onde o racismo ainda é negado. E buscando fazer uma reparação histórica, o Náutico lançou um novo uniforme nessa sexta-feira (18).

“O Náutico tem uma das mais belas histórias do futebol brasileiro. É claro que existem erros e, como não se muda o passado, quem faz o presente pode reconhecê-los. Porque a história continua sendo escrita. Reparar não é possível? Podemos corrigir. O Náutico é alvirrubro, mas também de todas as cores, raças, gêneros e crenças. Que o futebol nos ajude a lutar por um mundo melhor”, disse Edno Melo, presidente do Timbu.