Texto: Maria Akemi – Foto: NE45/Reprodução

Se o Campeonato Baiano foi decidido ainda no tempo normal, o Pernambucano teve emoção até o fim. Náutico e Sport foram para os pênaltis e viram o VAR interferir nas penalidades, que terminaram com vitória do Timbu. No tempo normal, Kieza (78′) e Mikael (87′) balançaram as redes na etapa final.

O resultado foi o mesmo da ida, por isso o título foi decidido nas penalidades. Até a 4ª cobrança do Náutico, que abriu a série, o clima estava nervoso, mas normal. Porém, o árbitro de vídeo mandou a arbitragem voltar a batida do Timbu que havia sido desperdiçada por Giovanny.

O motivo? O pé do goleiro Mailson estava fora da linha do gol. Na segunda chance, o cobrador do Náutico balançou as redes. Na sequência, erro do Sport com Marquinhos e Kieza fechou a série, quebrando um jejum que durava 53 anos no estadual diante do rival.

Enquanto o Timbu fazia a festa em sua casa, os atletas e comissão do Sport tentaram agredir o trio de arbitragem. O No mais, o Náutico terminou o campeonato com a melhor campanha na Primeira Fase, com o artilheiro (Kieza) e o título.