No Dia da Consciência Negra, estudantes da Estação do Saber realizam apresentações da cultura afro

0
135

Texto: Eneida Trindade – Ascom Seduc/PMJ – Fotos: Luan Medrado – Ascom/PMJ

Estudantes da Escola Municipal Estação do Saber José Carlos Tanuri tiveram uma manhã diferente nesta segunda-feira (20). No Dia da Consciência Negra, os alunos apresentaram um pouco da dança, música, arte e cultura africana, conteúdo que vinha sendo trabalhado no projeto “Viajando na estação, eu giro o mundo e construo saberes”, desde o início do ano letivo.

A gestora da Escola, Virna Sarissa, falou sobre a atividade. “Ao longo do ano, nós desenvolvemos o projeto, adaptando-o ao continente africano. Escolhemos hoje, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, para fazer a culminância do projeto pela importância da data. Nós expomos tudo o que a gente vem construindo ao longo do ano. As músicas, as danças, as artes, as brincadeiras e a culinária”, contou Virna.

Yasmin Vitória Castro é aluna do 3º ano do Ensino Fundamental e destacou a alegria de participar da culminância. “Esse momento foi legal, porque a gente pôde fazer o que a gente aprendeu, o que a gente vivenciou nas aulas e eu gostei muito por isso”, disse a estudante.

No sábado (25), a Escola Estação do Saber dará continuidade à atividade, com a Feira Black, uma exposição de pratos típicos da culinária africana e da influência afro no Brasil.