Por Jota Jota - Foto: Blog Verdinho Itabuna
Jota Jota

Os acontecimentos da noite deste 23 de junho, véspera de São João, deixou ainda mais preocupados aqueles que ainda respeitam o isolamento e o distanciamento social, e muito mais os responsáveis pela saúde nos municípios e estados, devido às festas, aglomerações, som alto, fogueiras e fogos, que foram registrados em todo o Brasil, e não só na região Norte e Nordeste, onde a festa junina é tradicional.

Todos os programas matinais das TVs mostraram em algum canto, as pessoas reunidas, sempre em volta de uma fogueira, soltando fogos de artifícios, sem máscaras, e não respeitando o distanciamento social, por mais que tenha sido recomendado pela OMS, mas o brasileiro de uma forma geral, é useiro e vezeiro, em vir na contra mão das orientações.

Guerra de espadas dia 23-06-2020 em Senhor do Bonfim (Foto: Blog Verdinho Itabuna)

Na Bahia, e em Mato Grosso do Sul, a Polícia Militar foi obrigada intervir em festas, que além do desrespeito, colocava vizinhos e outras pessoas em perigo. Festas foram interrompidas, com pessoas sendo revistadas, e aparelhos de som apreendidos, sem contar que os responsáveis pelas festanças, tiveram que apagar imediatamente as fogueiras.

Mas estes mesmos que atentam contra a saúde alheia, são os primeiros a entrarem nas redes sociais cobrando leitos, respiradores, atendimento dos governantes, sempre desdenhando da Pandemia, mas se ficarem doentes, são os primeiros a ocuparem leitos, daqueles que se resguardavam, mas que foram contaminados, e nunca se sabe como. Claro que isso, nada tem a ver com os ladrões, que desviaram dinheiro de respiradores, ou superfaturaram obras de unidades de saúde.

E a luta contra o crescimento de infectados continua, com profissionais de saúde se arriscando horas a fio, alguns sem receber salários, outros infectados e curados que retomam as atividades, com prefeitos e governadores, buscando de todas as formas, evitarem os abusos, sem no entanto, conseguirem pelo menos 60% de seus objetivos, devido à falta de comprometimento de seus munícipes.

Que DEUS vele por todos nós, porque pela compreensão dos humanos, a contenção do vírus está complicada.

#PRONTOFALEI.

*Este texto é de inteira responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Agência CH.