Crônica de um jornalista do interior na cobertura do maior torneio de futebol entre seleções do mundo

Por Carlos Humberto – texto e foto

Paraguai e Colômbia encerraram ontem, dia 23, o ciclo de jogos da primeira fase da Copa América programados para a Arena Fonte Nova.

Abençoados pelos orixás, os colombianos souberam tirar proveito das bênçãos recebidas e conquistaram os seis pontos disputados em solo baiano, que lhes garantiram a primeira colocação no grupo B, com total aproveitamento. Quem sabe, os paraguaios, se tivessem feito uma visita ao Senhor do Bonfim, não teriam melhor sorte?

Torcedora paraguaia no jogo contra a Colômbia. Seria a nova Larissa Riquelme?

Se o Paraguai não foi feliz em campo, nas arquibancadas, sua pequena torcida formada por belas mulheres, ganhou de goleada da Colômbia. Com um generoso decote que realçava um lindo busto e cabelos soltos ao vento, uma morena não identificada distribuía sorrisos e pousava para fotos com torcedores, fazendo caras e bocas tão logo percebia o click das câmaras dos fotógrafos. Seria a nova Larissa Riquelme? Páreo duro para a Sereia da Sexta-Super.

Das equipes que atuaram na capital baiana, o melhor futebol foi apresentado pela Colômbia de James Rodriguez, Cuadrado e Edwin Cardona. Os chilenos jogaram “pro gasto” e Brasil e Argentina não corresponderam. Mesmo tendo o baiano Daniel Alves como embaixador, os comandados de Tite levaram de volta na bagagem um punhado de uuuuuuuuussssssssssssss no empate sem gols com a Venezuela.

Com dois jogos, a última rodada da fase de grupos acontece hoje 24, e definem todos os confrontos das quartas de final. Por enquanto, apenas Venezuela e Argentina está confirmado no dia 28, no Maracanã. O jogo da Fonte Nova, no dia de São Pedro 29, já tem o Peru definido. Seu adversário será o vencedor do grupo C, Chile ou Uruguai. Brasil e Colômbia, classificados em primeiro nos grupos A e B, ainda não conhecem seus rivais.

Sem “compromissos oficiais”, o matuto pretende comemorar hoje o conhecimento adquirido nessa primeira semana de Copa América e a passagem da Juazeirense para a terceira fase da Série D do Brasileiro.

Avante, Cancão!