O vexame do Cajueiro

0
247
Por Tony Martins

A Juazeirense sofreu uma impiedosa goleada diante do Bahia de Feira na tarde de domingo (03/03/2024), jogando na Arena Cajueiro. O placar de 5 x 1 do time feirense provocou o maior vexame da história do Cancão de Fogo no Campeonato Baiano. A goleada sofrida pela Juazeirense vem acompanhada de um futebol apático, sem inspiração e, principalmente, sem a condição técnica e sem força física e mental para equilibrar a disputa e não ser goleado por um time que foi rebaixado, que poderia fazer mais gols diante de tantas facilidades que encontrou durante a partida.

O Bahia de Feira marcou com Jarbas aos 11′, Vitinho (pênalti) aos 34′, João Paulo aos 46′ Reinaldo aos 4″ e Kaio aos 47″. Janeudo fez o único gol da Juazeirense cobrando pênalti aos 32’.

O árbitro da partida foi Bruno Pereira Vasconcelos.

A eliminação improvável

Poucos acreditavam na eliminação precoce da Juazeirense no Campeonato Baiano, visto que, até o início da penúltima rodada o time havia alcançado a liderança da competição. Depois Perdeu de virada para o Bahia, jogando em casa, sendo que na última rodada um empate lhe servia, porém, foi goleado pelo rebaixado Bahia de Feira. Com isso caiu para a quinta colocação, perdendo a vaga para o Jequié, no saldo de gols. Mesmo assim, a Juazeirense conseguiu se classificar para a Série D em 2025, podendo ainda figurar na Copa do Brasil, a depender do desempenho da dupla BA-VI na Copa do Nordeste e no Brasileiro da Série A deste ano, basta um deles ganhar a Copa do Nordeste e/ou conseguir vaga na libertadores. Nesse caso a Bahia ganharia mais uma vaga na competição nacional.