Os baianos nas séries A, B e D do Campeonato Brasileiro 2023

0
178
Foto: iStock (gratuito)
A opinião de Jota Jota

SÉRI D

Bahia de Feira foi o único baiano que avançou na competição, Atlético de Alagoinhas, embora tenham feito pontuação para se classificar, perderam nos critérios. O Tremendão da Feira chegou na segunda posição do grupo D ficando atrás do Retrô. Com isso a equipe treinada por João Carlos Ângelo segue para a fase do sistema de mata-mata.

Vai agora enfrentar o 3º colocado do grupo C que é o Potiguar, com o primeiro jogo na cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte no sábado 29. A segunda partida desta decisão será jogada na Arena Cajueiro. O Bahia de Feira vem realizando uma campanha homogênea, com probabilidade de avançar ainda mais na competição.

SÉRIE B

O Esporte Clube Vitória teve uma largada avassaladora no campeonato, ficou 5 jogos invicto e sem tomar gols. Com o avanço da competição teve uma queda de rendimento chegando a deixar o G 4. Mas o contestado Léo Condé quando fora desclassificado de algumas competições, manteve a serenidade e o seu trabalho.

O time acabou retomando em parte a sua performance, voltando a competir com objetivo de chegar novamente no pelotão de frente, e vencendo três jogos seguidos, terminou o primeiro turno como líder e o título simbólico de campeão do turno primeiro.

Agora vira-se a tabela de jogos, Léo Condé tem até sábado para montar o time que vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta.

SÉRIE A

Sendo uma das equipes que mais investiu em contratações após se tornar SAF, o Bahia não disse ainda para o que veio na série A do Brasileirão-Rei com atuações catastróficas. Os diversos tropeços o levaram para a parte inferior da tábua de classificação, onde está como síndico do Z 4. Contestado pelos torcedores tricolores, o treinador Renato Paiva continua à frente do elenco.

Nem mesmo a presença da organizada no CT de Dias D’ávila questionando o Mister, teve uma solução satisfatória a não ser empatar com o Corinthians. O Grupo City detentor dos direitos do futebol do Bahia, não está nem aí para seus torcedores e continua com o seu planejamento. Enquanto isso Renato Paiva recomeçou o trabalho visando a partida diante do São Paulo no Morumbi.

O fato é que algumas contusões, e que não foram poucas, ajudaram a desestabilizar o time em campo, e prejudicar as escalações de Paiva, uma vez que as soluções que vieram do banco, não corresponderam à altura.

CONCEITO

O futebol baiano vai muito bem obrigado nas séries D e B do Campeonato baiano com Bahia de Feira e Vitória, que precisam se manter com os aproveitamentos tidos até aqui, para que possam alcançar os seus objetivos, o Tremendão de chegar na série C, e o Leão da Barra de voltar para a elite do futebol Nacional.

Em relação ao Bahia, as esperanças ainda estão vivas e existem, mas é preciso que o administrador do futebol do clube ache imediatamente uma solução para os insucessos até aqui. Com o turno inicial prestes a terminar, faz-se necessário que o time, elenco e comissão técnica reajam no segundo turno e tirem o Bahia desta situação incômoda.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA