Paguem o bicho integral aos meninos, Flamengo

Por Jota Jota - Foto/capa: Ag. Palmeiras/Cesar Greco/Divulgação
Jota Jota

No jogo das liminares e batalhas judiciais impetradas pelos LARANJAS do Flamengo, que queriam o adiamento da partida, devido ao surto do Covid-19 que assolou o elenco rubro negro, que teria que atuar como um time de meninos, com dois ou três titulares, desta feita a corda arrebentou para o lado do Ninho do Urubu, a CBF era a mais forte.

O que os dirigentes do Flamengo não esperavam, é que as calças dos adultos infectados caberiam nos meninos da base, que deram conta do recado no estádio do Palmeiras, e empataram a partida em um tento, depois de saírem perdendo por um a zero. Quem sempre disse, lá nos tempos do Center Alf, Alf Esquerdo, era o mestre Evaristo de Macedo, “CALÇA DE HOMEM, NÃO DÁ EM MENINO”, quando tinha que lançar mão de um dos amadores.

Mas vejam a ironia do destino, os garotos comandados por Arrascaeta, e tendo Pedro no comando do ataque, não se intimidaram e surpreenderam os comandados de Luxemburgo, tendo melhores momentos no jogo, e levando ponto precioso para o Rio de Janeiro. Foi-se o tempo em que meninos da base, eram crianças ainda de fraldas, hoje estes garotos são experientes, e com passagens pelas categorias menores do selecionado brasileiro, portanto com muita vivência.

Ah, sem contar que os mesmos, deram um verdadeiro tapa de luva de pelica na direção do Flamengo que, ao pedir o adiamento da partida, não acreditou na divisão de base que possui, achando que os garotos não seriam capazes de superar a pressão do porco, e o que viram foi completamente diferente. Claro que não será em todos os jogos que os meninos estarão bem assim. A oportunidade surgida foi usada da melhor maneira possível, e o valor do bicho, aquele que seria pago aos titulares, que engordem a feira dos meninos, não paguem pela metade não.

#PRONTOFALEI.