Texto: Maria Akemi – Foto: Twitter/Australian Open

Naomi Osaka manteve a escrita de nunca perder uma partida depois de alcançar as quartas de final de um Grand Slam. Na madrugada deste sábado (20) a japonesa de 23 anos dominou a norte-americana Jennifer Brady e faturou o Australian Open, o primeiro Aberto da temporada 2021.

Osaka conquistou o bicampeonato em solo australiano ao vencer por dois sets a zero: 6×4 e 6×3. Ela era a ampla favorita na final e não decepcionou a torcida que retornou a quadra de Melbourne.

Desde o primeiro título de Grand Slam em 2018, no Aberto dos Estados Unidos (quando venceu Serena Williams), Osaka conquistou um dos quatro principais troféus do circuito a cada ano: venceu na Austrália em 2019, novamente os EUA no ano passado e agora, em 2021 novamente reinou na Austrália.

Para ser novamente campeã na Austrália, Osaka precisou vencer nomes como Garbiñe Muguruza (campeã de Roland Garros e Wimbledon) e Serena Williams na semifinal.