Da Redação – por Carlos Humberto
Luiz Adriano e Rony Palmeiras Libertadores – foto AFP-Andre Penner-Conmebol

Dos cinco clubes brasileiros envolvidos esta noite na segunda rodada da Copa Libertadores, apenas o Santos não se deu bem e perdeu para o Boca Juniors, em Buenos Aires, no estádio La Bombonera, por 2 a 0, pelo grupo C. Tevez e Villa marcaram os gols. Foi a segunda derrota do Peixe na competição.

Nos jogos das 19h15, vitórias do Flamengo e do Atlético Mineiro. No Maracanã, mesmo não tendo uma boa atuação, o Rubro-Negro jogou o bastante para golear o Unión La Calera por 4 a 1, com gols de Gabigol (2), Arrascaeta e Pedro e assumiu a liderança do grupo G. Em Belo Horizonte, o Galo superou o América de Cáli, por 2 a 1, gols de Hulk, descontando Luis Sanchez, para os colombianos, e subiu para a primeira colocação do grupo H com quatro pontos.

Mais tarde, nos jogos das 21h30, o Palmeiras deu um baile no Independiente Del Valle por 5 a 0, com dois gols de Rony, e assumiu a ponta do grupo A com seis pontos. Luiz Adriano, Patrik de Paula e Danilo Barbosa fecharam o caixão. A partida aconteceu no Allianz Parque.

No Beira-Rio, o Internacional que vinha de derrota na primeira rodada, se redimiu e bateu o Deportivo Táchira por 4 a 0, em partida do grupo B. Cuesta, Patrick, Thiago Galhardo e Yuri Alberto foram os goleadores do Colorado. Com o resultado, o time gaúcho chega aos três pontos e assume o primeiro posto pelos critérios de desempate.