Da Redação - por Tony Martins

Morreu no dia de ontem (12/07) o ex-jogador de futebol Gebê, que atuou em Juazeiro na década de 1970. Ele foi mais uma vítima da covid-19, cuja contaminação atinge marcas exponenciais no país.

Registrado como Geraldo Inocêncio Pereira, ganhou o apelido de Gebê e começou jogando bola nos campinhos próximos à rua dos Ingleses, onde viveu sua infância e juventude, sendo contemporâneo de grandes jogadores juazeirenses, a exemplo de Zé Bispo, Valdecir, Souza, Iran, Nelinho, Josivaldo e Paulão, entre tantos vizinhos.

Nem sempre foi titular absoluto nas equipes que atuou, no entanto, sempre foi utilizado pelos seus treinadores, pois, mostrava eficiência quando era chamado, Atuava na ponta esquerda e também pela direita com eficiência e produtividade, tendo passagens por Carranca, Veneza e Olaria, entre os anos de 1970 e 1980.

Gebê exerceu a profissão de motorista e já estava aposentado. Ele era pai do ex-jogador Neinho que atuou no 1ºde maio, Petrolina e Juazeiro Social Clube e avô de Patrick que atua na Sociedade Desportiva Juazeirense. Tinha 72 anos.