Por Tony Martins

São muitas as dúvidas em relação ao retorno do Campeonato Pernambucano, principalmente quando se trata do Petrolina, que ainda não retornou aos treinos e, sequer, tem um elenco montado para os dois jogos que lhe resta dentro da competição que, de acordo com a Federação Pernambucana de Futebol, poderá ocorrer no final deste mês ou início de julho.

Para o Presidente do Petrolina, Jeferson Oliveira, caso o clube retorne ao certame estadual, será com a equipe sub-20, treinada por William Lima, o que de certa forma, é arriscado, pois, o time ainda luta contra a degola, uma vez que, pela colocação que ocupa na classificação, terá que disputar o descenso contra o Decisão da cidade de Bonito ou diante do Vitória, sendo muito arriscado disputar um jogo decisivo com uma equipe inexperiente. Nesse caso o risco de rebaixamento é iminente.

Para complicar mais ainda a situação do Petrolina, o Ministério Público Estadual publicou uma decisão tomada na quinta feira (18/06/20), determinando a suspensão de atividades no município, entre elas a prática de esportes e realizações de treinos de futebol, complicando mais ainda a situação da “Fera Sertaneja”. A decisão judicial aconteceu em razão do aumento do número de infectados pelo coronavírus, após a reabertura das atividades econômicas no município de Petrolina.