Gostaríamos de saber que tipo de ‘condição’ o Esporte Clube Vitória oferta para os árbitros baianos

Ascom/Deputado Roberto Carlos

O presidente do Esporte Clube Vitória, Paulo Carneiro, ressaltou em entrevista concedida à imprensa que a arbitragem do nosso Estado está no nível baixo, isso por não ter beneficiado ao time que ele dirige, como sugeriu. Mas até aí tudo bem, pois nós da Juazeirense também nos sentimos prejudicados pela omissão da expulsão do goleiro, que já havia recebido o cartão amarelo.

Entretanto, no final da entrevista, Paulo Carneiro não se conteve e ameaçou os juízes do nosso futebol e disparou: “Eu quero alertar a esses árbitros que eles vão ter todas as condições de apitar aqui no Barradão, mas se continuar roubando as condições vão desaparecer. É bom tomar vergonha na cara”, finalizou o dirigente do ECV.

Agora, a pergunta que não quer calar: que condições são essas, Paulo Carneiro, uma vez que só a Federação Baiana de Futebol pode ofertar as ditas condições para a nossa arbitragem?