ASCOM SEDES/PMJ

Em cima de um minitrio, a equipe da Diretoria de Diversidade da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade de Juazeiro (SEDES) percorreu diversas ruas da cidade e comemorou o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAP+, nesta segunda-feira (28). Ação respeitou todas as normas sanitárias contra a Covid-19 e teve como objetivo sensibilizar a população para a necessidade de combater a homofobia e proteger os direitos da população LGBT.

A diretora de Diversidade da SEDES, Eva Suene, explicou que a data é um símbolo de respeito às pessoas e não poderia passar em branco. “Essa é uma data simbólica para toda a comunidade LGBTQIAP+. Para lembrar que precisamos lutar contra o preconceito, a homofobia e pelo acesso dessa população às políticas de proteção, saúde, educação e empregabilidade. A Prefeitura de Juazeiro vem fazendo isso todos os dias, mas hoje é o nosso Dia D”, frisou, Eva.

Para a aposentada Neuza Maria Santana, a iniciativa é uma maneira de mostrar para as pessoas LGBT que elas têm apoio. “A prefeita Suzana Ramos e sua equipe estão de parabéns, porque essas pessoas são muito carentes de apoio e afeto. Às vezes sofrem preconceito até dentro de casa. Esse tipo de ação ajuda a dizer que tem alguém olhando por elas”, declarou.

A ação contou com o apoio da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte) e da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT). Durante o percurso, os organizadores do evento ainda parabenizaram comerciantes locais que empregam pessoas LGBT’s. 

Dia do Orgulho LGBTQIAP+

A data foi criada em homenagem a um dos episódios mais marcantes na luta da comunidade gay pelos seus direitos: a Rebelião de Stonewall Inn, em 1969, nos Estados Unidos. Após uma série de invasões da polícia de Nova York aos bares frequentados por homossexuais, a comunidade LGBT organizou vários protestos, que culminou com a Rebelião.

No ano seguinte, em 1970, foi organizada a 1ª Parada do Orgulho Gay, para lembrar e fortalecer o movimento de luta contra o preconceito.