Prêmio Sebrae Mulher de Negócios fortalece a presença feminina no Vale do São Francisco

0
128
Vencedoras prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2023 - Foto Dario G. Neto

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios fortalece a presença feminina no Vale do São Francisco

Ouro na Categoria Produtora Rural, a empresária Kalinka Macedo vai disputar a etapa regional do prêmio

Por Carlos Humberto

No último dia 5 de outubro, o Sebrae Bahia realizou, em Salvador, a solenidade de premiação da 15ª edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios e, pela primeira vez, o Vale do São Francisco, representado pela administradora de empresas Kalinka Antônia Macedo da Silva, baiana de Santa Luz, proprietária da empresa Quinta do Morro Branco, colocou em evidência a região ao ganhar o Troféu Ouro na Categoria Produtora Rural.

Na ocasião, Kalinka agradeceu ao Sebrae pela honraria conquistada. “Além dos conhecimentos adquiridos na academia e a experiência na labuta do dia a dia, sou grata ao apoio do Sebrae que favoreceu a mim e a minha equipe através das consultorias em gestão, cursos de aperfeiçoamento e, principalmente, na certificação para exportação”, reconheceu a empresária.

O prêmio inédito coroa a carreira de sucesso de uma empreendedora que, antes de cultivar a terra, exerceu a odontologia durante 12 anos e, em 2011, decidiu montar uma franquia no ramo de perfumaria, mas não deu certo.

Em 2013, na companhia do marido, adquiriu uma propriedade em Juazeiro com o objetivo de plantar capim e produzir feno. Mas, um estudo pedológico feito por um agrônomo da região, atestou que a terra era imprópria para qualquer cultura, o que desapontou a proprietária, mas não a impediu de continuar com o projeto.

Em 2016, seu pai, com problemas de saúde, a incumbiu de administrar a fazenda da família de banana e capim para a fenação, o que foi um divisor de águas, segundo Kalinka. “Enfrentei um grande desafio que serviu de aprendizado e me alertou para a necessidade de me capacitar retornando à faculdade para concluir o curso de Administração. Em seguida, fiz MBA em gestão empresarial pela FGV, cujos resultados me deram maturidade e experiência para iniciar meu novo negócio”, relembra.

Seu sonho de fazer brotar frutos em sua própria terra continuava vivo e em 2018 um novo estudo apresentou diagnóstico diferente e que provava que o terreno anteriormente considerado impróprio era apropriado para o cultivo de uva e manga. Assim, nascia a bem-sucedida história de Kalinka Macedo à frente da Fazenda Quinta do Morro Branco.

“Empreender não é um caminho fácil, mas nós mulheres temos a habilidade de multitarefas que ajuda muito a vencer desafios. É muito importante desenvolver e trabalhar diariamente a trindade Pensamento, Desejo e Vontade, que ajuda no controle das emoções, buscando a neutralidade”, ensina Kalinka.

“Esse prêmio é de grande importância para nós, mulheres, pois divulga e nos encoraja a trilhar o caminho do empreendedorismo baseado num planejamento eficaz”, destaca.

Carlos Cointeiro, gerente do Sebrae em Juazeiro, enalteceu a importante conquista da empresária. “Kalinka representa a força da mulher empreendedora do Vale do São Francisco, e sua conquista fica ainda mais valorizada pelo fato de se destacar na região do Vale do São Francisco, o maior exportador de uvas da Bahia e o maior de uva e manga do país, abastecendo o mercado internacional”, explica. Segundo Cointeiro, o empreendedorismo feminino da região Norte é forte e atende às exigências do mercado levando para o mundo uma fruta saborosa e de qualidade que só o Vale do São Francisco consegue produzir”, finalizou o gerente.