Falôôô... A opinião de Jota Jota*
Jota Jota

Em vários comentários em minhas colunas, cobrei diretamente a Federação Baiana de Futebol, por não dar nenhum apoio aos seus filiados, que jogaram as séries D e C no ano passado, principalmente em viagens, e nos jogos em casa, deixando-os à própria sorte, sem o apoio moral e presencial da entidade, e alertamos, para a partida da Juazeirense com o Volta Redonda, em que o Cancão fez história, em uma apresentação memorável.

Cobramos quando necessário, mas é preciso que se reconheça, quando algo bom e bem-feito acontece. O presidente Ricardo Lima não enviou um representante, o máximo mandatário do futebol baiano veio pessoalmente acompanhar a parida, e viu um jogo emocionante, que acredito há muito tempo não presenciava. Pode até ser, que tenha sido ele o pé de coelho da rapaziada do time juazeirense.

Mas, de uma coisa tenho certeza. Ao se apresentar, o delegado do jogo e o trio de árbitros souberam que ali estava um observador de peso, o dirigente maior do futebol da Bahia, e suas ações teriam que ser sem deslises, como fora a atuação dos comandantes do jogo.

Presidente da FBF Ricardo Lima no Adauto Moraes em 07042021 Copa do Brasil – Foto Carlos Humberto – Agência CH

Parabéns, Ricardo Lima, que sua visita seja o início de um acompanhamento de outros jogos de seus filiados, inclusive fora do estado, em uma composição com os clubes, incorporando a FBF nas delegações. Nesta visita, o presidente da FBF deu uma entrevista ao site Agência CH, que será publicada nesta sexta feira.

Agora sim, bato palmas para a FBF, mas é preciso dar continuidade ao trabalho.

#PRONTOFALEI.

*(O comentário é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)