Por Jota Jota
Jota Jota

Devido ao aumento de casos no município, o prefeito municipal de Juazeiro Paulo Bonfim, mantem todas as medidas preventivas na cidade, e dentre elas, descartou a retomada de treinos presenciais, e também a realização de jogos no Estádio Adauto Moraes, pelo menos por enquanto, até que se possa regredir o crescimento de infectados.

A decisão do prefeito, vai em paralelo à decisão do deputado Roberto Carlos, que pede a anulação da competição, devido a inúmeros fatores, e a atitude de Paulo Bonfim corrobora e muito com a Juazeirense. Com estas e outras, a Federação Baiana de Futebol, que não oficialmente em seu site, anuncia a retomada para o dia 15 de julho, já encontra problemas, e qual será a solução?

Não acreditamos que a Desportiva Juazeirense, a apenas um ponto do G-4, vá aceitar jogar fora de seu mando de campo, além de não ter tempo hábil, e dinheiro, para remontagem do seu elenco, que hora conta com cinco atletas. Neste momento da pandemia, o administrador de Juazeiro tem total razão, e a população vem apoiando sua decisão, inclusive com comentários, na matéria do Bahia Notícias, na reportagem de Glauber Rocha.

Não se sabe muito, quanto tempo vai durar o crescimento da doença, em primeiro lugar, porque a própria população não ajuda, e por isso, as medidas tomadas, são cada vez mais rígidas, e atinge a todos os seguimentos, acredito que a Federação Baiana de Futebol, vá encontrar em outras praças, o mesmo posicionamento de Juazeiro, mesmo com a promessa de cumprir o protocolo já usado no Rio de Janeiro.

#PRONTOFALEI.