Produtores rurais de Casa Nova recebem oficina de capacitação do programa Circuito Agro do Sebrae

0
157

Produtores rurais de Casa Nova recebem oficina de capacitação do programa Circuito Agro do Sebrae

Com o tema ‘Seja um Empreendedor no Campo’, ação teve como público-alvo produtores da agricultura familiar da Ampapro

Por Carlos Humberto

Dentro do programa Circuito Agro, o Sebrae levou ao município de Casa Nova, no Norte da Bahia, no último dia 26 de agosto, oficina de capacitação que teve como público-alvo os produtores rurais de agricultura familiar da Associação de Moradores e Produtores do Açude de Pedra e Região (Ampapro).

A atividade, gratuita, aconteceu na Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Comunidade Açude de Pedra e reuniu 20 agricultores do segmento familiar. O grupo foi orientado pelo consultor Fabrício Andrade, economista e especialista em gestão e marketing empresarial, que apresentou os conceitos do tema ‘Seja um Empreendedor no Campo’.

O presidente da Ampapro, Ueslei Castro de Souza, considerou a realização da oficina de extrema importância para os membros da associação. “Além do conhecimento que uma palestra desse nível nos traz, ela nos ensina sobre como gerenciar os nossos negócios, a ter tudo sob controle, a ajustar as finanças e a realizar um planejamento adequado, para que possamos crescer com os pés no chão. Isso é muito e contamos com o apoio do Sebrae para trazer conhecimento aos nossos agricultores e assim produzirmos um trabalho de qualidade”, avaliou o dirigente.

“Essa agenda surge a partir do encontro promovido no mês anterior, que envolveu as associações de toda a região. É satisfatório ver esse resultado do homem e da mulher do campo buscando, através das oficinas, a capacitação oferecida pelo Sebrae, o que deixa nossa instituição cada vez mais próxima da agricultura familiar, levando conteúdo com linguagem acessível e que de fato produza transformação. Essa é a missão do Sebrae: apoiar o pequeno negócio, para que ele transforme a sociedade. E tudo começa na mudança da mentalidade do empreendedor”, conclui o analista técnico do Sebrae em Juazeiro, Edlan Amaral.