Texto e foto: Maurízio Bim

Nesse fim de semana, foram retomadas as aulas de música do Projeto Revitalização da Filarmônica 15 de março, em Barro Vermelho, Distrito de Curaçá-BA. A Escola de Música naquela localidade, que agora recebe o nome de Joacy Martins, havia parado por conta da pandemia do Coronavírus. O Projeto, financiado por sócios filhos e descendentes de Barro Vermelho, atende crianças e adolescentes em Barro Vermelho e também em Poço de Fora (Filarmônica Poço Grande) com aulas de música, concessão de instrumentos musicais e apoio logístico (transporte, espaço).

Houve inicialmente, por parte da Coordenação do Projeto, um contato com os pais de alunos e tomada de medidas preventivas contra o Coronavírus, como uso de máscara obrigatório pelos envolvidos, segundo informou Zenaide Coelho, Coordenadora Geral. O retorno dos trabalhos alegrou o Maestro Caio Bruno: “A aula foi muito dinâmica. Todos participaram; tivemos um bom número de alunos e percebi que todos estavam muito contentes com a retomada das atividades. Foi além das expectativas”, avaliou. Lanches, orientações, diálogos, marcaram essa volta das atividades. Os alunos aprovaram: “Gostei bastante que as aulas retornaram, pois a gente vai dar continuidade ao trabalho de onde paramos”, evidenciou Irla Santana, da Barro Vermelho. “Bom para a gente praticar mais, aprender e até tocar em outros lugares”, relatou Diego Oliveira, da Fazenda Santo Antônio. “A gente estava sem fazer nada nessa quarentena. E a gente estava até destreinado do instrumento, mas agora voltando vamos praticar”, completou Cassiel Duarte, da Fazenda Caraíbas.

Zenaide agradeceu a todos os sócios, ao maestro, aos pais e aos alunos pela dedicação de todos aos Projeto. “Temos buscado parcerias junto à Mineração Caraíba, ao Governo Municipal para ajudar no Projeto. Há muitas dificuldades, porém a gente vai superando e focando na revitalização do sonho de cada barrovermelhense que é ver de novo a ‘15 de março’ tocando ao público. Assim como, também vamos lutando pela expansão da música na região com a Filarmônica Poço Grande, de Poço de Fora. Eu estou muito feliz e agradeço a cada uma pessoa que acreditou e acredita nesse Projeto”, concluiu a Coordenadora. As aulas acontecem sempre aos sábados nos desde 2017 (Poço de Fora desde 2018).