Queniano vence e bate recorde da São Silvestre

Brasileiro Daniel Ferreira do Nascimento termina em 11º lugar

Queniano Kibiwott Kandie vence a São Silvestre 2019 – Foto: Gazeta Press

A 95ª Corrida Internacional de São Silvestre teve uma chegada emocionante entre os homens na manhã desta terça-feira, no último dia de 2019. O queniano Kibiwott Kandie, 23 anos, ficou com a vitória graças a um sprint no fim da corrida e uma ultrapassagem praticamente na última passada em cima de Jacob Kiplimo, atleta de apenas 19 anos e que estava prestes a dar a primeira vitória a Uganda na tradicional prova paulistana.

Para coroar definitivamente o desempenho do campeão, Kibiwott Kandie bateu o recorde da São Silvestre, que perdurava desde 1995 e tinha o também queniano Paul Tergat como dono da melhor marca.

Kandie correu os 15 Km em 42’59” e se transformou no primeiro atleta a terminar a prova abaixo dos 43 minutos. O recorde era de 43’12”. O vice-campeão deste ano também bateria o recorde, já que Jacob Kiplimo completou a prova em 43’00”.

Logo após a largada, formou-se um pelotão de frente na prova com cinco atletas, mas, Jacob e Kibiwott se isolaram na ponta a partir da primeira metade do percurso e, passo a passo, foram se distanciando de seus concorrentes.

Pouco antes da temida subida da Avenida Brigadeiro Luis Antônio, o atleta de Uganda abriu vantagem e chegou a entrar na Avenida Paulista, a menos de 700 metros da linha de chegada, confortável, aparentemente com a vitória garantida.

Quando ninguém esperava, Kibiwott Kandie arrancou, aproveitou o relaxamento do jovem de 19 anos, e até usando o braço para se escorar, conseguiu efetuar a ultrapassagem na última passada e vencer.

Daniel Ferreira do Nascimento foi o melhor brasileiro na 95ª Corrida Internacional de São Silvestre. Aos 21 anos, o corredor de Bauru, cidade do interior de São Paulo, ficou na 11ª colocação, com o tempo de 46’32”.

Entre as mulheres brilhou outra queniana, Brigid Kosgei, estreante na Corrida Internacional de São Silvestre, ao chegar em primeiro lugar com o tempo de 48min54s. Graziele Zarri, do Brasil, terminou na 11ª colocação com o tempo de 54m56s.

Feminino:
1º Brigid Kosgei (Quênia) – 48m56s
2º Sheila Chelangat (Quênia) – 50m10s
3º Tisadk Nigus (Etiópia) – 50m12s
4º Pauline Kamulu (Quênia) 50m51s
5º Delvine Meringor (Quênia) 50m51s
11º Graziele Zarri (Brasil) 54m56s

Brigid Kosdei venceu entre as mulheres – Foto: Gazeta Press

Veja os primeiros colocados e o melhor brasileiro:

1° – Kibiwott Kandie-QUE (71) – tempo: 42min59s
2° – Jacob Kiplimo-UGA – tempo: 43min00s
3° – Titus Ekiru-QUE (1) – tempo: 43min54s
4° – Geofry Kipchumba-QUE (52) – tempo: 45min10s
5° – Joseph Panga-TAN (64) – tempo: 45min33s
11º – Daniel Ferreira do Nascimento-BRA (58) – tempo: 46min32s

Crédito: Gazeta Esportiva