Por Tony Martins - Foto: Agência CH

O Presidente da Sociedade Desportiva Juazeirense, o deputado Roberto Carlos, tem revelado nos meios de comunicação seu desejo de não mais disputar o Campeonato Baiano de 2020, segundo o qual, seu clube não teria mais condições  de reunir um elenco para sua equipe participar da competição, interrompida na primeira metade do mês de março, em razão da pandemia do coronavírus.

Outro problema apresentado por Roberto Carlos é o fato  de que nem mesmo as autoridades sanitárias e de saúde do país, sequer, sabem ao certo quando poderão liberar as pessoas para o exercício de suas atividades, pois, a forma de contágio pelo vírus é bastante agressiva e se efetiva de modo rápido. Por isso, a volta ao futebol deverá ser feita de maneira segura, para que a pandemia não cause mais danos do que já fez em todo mundo.

Os contratos dos jogadores da Juazeirense foram encerrados no dia 30 de abril, apenas cinco atletas continuam vinculados ao clube, sendo que essa situação torna inviável trazer de volta aqueles que estiveram no elenco deste ano, além do que, os patrocinadores do clube não estão motivados a estabelecer um novo contrato para o Campeonato Baiano de 2020, uma vez que, ao ser interrompido no mês de março, faltavam apenas duas rodadas para o encerramento da primeira fase, com a Juazeirense ocupando a sexta colocação.

Roberto Carlos ainda sugere que o Campeonato Baiano deste ano não defina qualquer tipo de classificação, sem campeão e sem rebaixado, sendo que os representantes do estado nas competições nacionais do ano que vem, promovidas pela CBF, a exemplo da Copa do Brasil e da Série D, sejam indicados pelo ranking nacional. É importante ressaltar que no momento atual, a Sociedade Desportiva Juazeirense é a equipe melhor ranqueada entre os clubes baianos, excetuando a dupla BA-VI, mas, é prudente aguardar o próximo ranking da CBF, já que equipes como Jacuipense que disputará a Série C, Vitória da conquista, Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas, que disputarão a Série D, poderão ganhar alguns pontos, fato que não ocorrerá à Juazeirense em razão de sua inatividade no restante do ano.