Rui Chapéu, lenda da sinuca brasileira, morre aos 79 anos, vítima de infarto em São Paulo

Baiano de Itabuna, ele estava no apartamento da filha em São Paulo quando se sentiu mal e foi levado para o hospital
Rui Chapeu (Foto: Reprodução TV)

O baiano Rui Chapéu, lenda da sinuca brasileira, morreu na madrugada deste sábado, em São Paulo, aos 79 anos. Ele passou mal no apartamento de sua filha por volta de 1h e foi levado para o hospital, onde foi constatada a presença de água no pulmão. Mais tarde, aproximadamente às 4h, teve um infarto fulminante e faleceu. Ainda não há informações sobre o velório.

Nascido em Itabuna, Rui Chapéu nasceu em 21 de março 1940 e se chamava José Rui de Mattos Amorim. Ele ficou conhecido por suas participações no “Show do Esporte”, programa de Luciano do Valle na “Rede Bandeirantes”.

O sinuquista, célebre pelas boinas brancas, foi contratado pela emissora em 1984 e ajudou a desmistificar a imagem da sinuca como uma prática de malandros e desocupados. Suas participações em campeonatos eram transmitidas na TV aberta, e ele se tornou uma lenda.

Rui Chapéu começou a jogar sinuca ainda criança na Bahia. Em uma entrevista dada em 2014, disse que só começou a viver da prática em 1970, já em São Paulo. Antes disso, ele chegou a ser caminhoneiro e dono de mercearia.

GE