Falôôô... A opinião de Jota Jota*
Jota Jota

Mesmo não havendo o segundo turno das eleições municipais em Salvador, a CBF, marcou para a cidade dois jogos envolvendo Bahia e Vitoria, pelas séries A e B, evitando jogos no domingo, quando se escolherá em boa parte dos municípios brasileiros, o seu prefeito.

Vejamos como estão os representantes baianos.

VITÓRIA

Recebe no Barradão a equipe do Clube de Regatas Brasil, o conhecido CRB, precisando de um triunfo, para assim se afastar da zona de rebaixamento, onde voltou a ser porteiro, mesmo com alguns pontos de diferença do 17º colocado. Mas, quando o cão está danado, todos a ele, dizem os mais antigos. Pois vejam, o time, que não vem bem no certame, perdeu seu treinador, às vésperas do jogo.

Eduardo Barrocas, que também não disse para o que veio, bateu em retirada, retornando ao Botafogo do Rio de Janeiro. Verdade verdadeira que o escolhido por PC não conseguiu arrumar a casa, ele não é abanador de carvão molhado, como alguns treinadores conhecidos. Mesmo assim, Barrocas ministrou o último treino da equipe, com Rodrigo Chagas, técnico do sub 20, observando a prática, uma vez que será ele a dirigir o time diante do CRB.

Além dos problemas de campo, o administrativo do clube vem passando por uma crise financeira jamais vista no time rubro negro, culminando com atraso de salários, o que é crucial, e acaba influenciando no time dentro de campo. Sem qualidade técnica, poder de reação, e sem grana, a tendência é que uma crise possa ser instalada. O jogo no Barradão, começa às 18 horas e 30 minutos.

BAHIA

Vai atuar às 19 horas, na Arena Fonte Nova, recebendo o embalado São Paulo, que depois de um início de certame irregular, achou o caminho e vem fazendo campanha de time que quer ser campeão. Por outro lado, o Bahia que também se recuperou de péssimas atuações, vai ter que dar uma resposta, devido a goleada sofrida em Bragança, que desnorteou seus torcedores.

Quatro a zero, com o time não conseguindo reagir, e sem Mano Menezes à beira do gramado, ele que está acometido do Covid-19. Claudio Prates vai dirigir novamente o Tricolor. Um jogo em que o favoritismo pertence ao time do Morumbi, pela performance mostrada nos últimos jogos, mas eles que se cuidem. Depois que retornou a jogar na Arena, o Bahia tem superado as dificuldades, e triunfado frente aos seus adversários.

O Bahia tem uma gordurinha para ser queimada, mas pretende permanecer na primeira página, na tábua de classificação, para alcançar novamente a Sul-americana, competição que no momento disputa a passagem para as quartas de final.

CONCEITO

Com campanhas cheias de altos e baixos, os dois principais clubes da Bahia entram em campo como mandantes, precisando obter os três pontos, e para isso, tem que vencer os seus jogos contra o CRB e São Paulo respectivamente. Mais preocupante no momento, é sim a situação do Vitoria, que vem ocupando a 16ª posição, de olho no retrovisor, vendo bem de perto, a porta de entrada do Z-4. Na Série A, jogo bem complicado para o Bahia, mas sempre digo aqui, no futebol, de onde menos se espera, é que os resultados saem, e a esperança, aliada a uma confiança cheia de Axé, nos faz acreditar em seis pontos, três no Barradão e mais três na Arena Fonte Nova.

#PRONTOFALEI

*O texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Agência CH.