Da Redação – por Carlos Humberto

RESENHA

O tradicional clássico San-São, realizado na noite deste domingo 20, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Brasileiro, foi vencido pelo Santos, por 2 a 0, gols de Marinho e Gabriel Pirani na primeira etapa.

Santos x São Paulo Série A 20062021 Foto Santos FC – Divulgação

O duelo marcou o reencontro do técnico Fernando Diniz com o Tricolor do Morumbi que, para vencer o seu antigo clube, usou da mesma receita que tenta implantar nos clubes que dirige: a intensidade.

Mesmo não sendo um jogo nota 10, os garotos do Peixe dominaram o comandados do técnico argentino Hernán Crespo, e criaram a vitória de forma inquestionável. Marinho, recebendo passe de Jean Mota, abriu o marcador, e após bobeira do meio campista Liziero, o meia Pirani fez 2 a 0.

SITUAÇÃO NA TABELA

O Santos chegou aos sete pontos e subiu quatro degraus, ocupando o nono lugar. Com apenas dois pontos, o São Paulo é o porteiro da zona de rebaixamento na 17ª posição.

CURIOSIDADE

Para o treinador Fernando Diniz, do Santos, foi a primeira vitória no clássico sob o seu comando. O São Paulo continua sem vencer na Série A deste ano.

PRÓXIMOS JOGOS

Na quarta-feira, 23, o São Paulo recebe o Cuiabá, no Morumbi. No dia seguinte, 24, o Santos vai a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio na Arena, às 21h30.

FICHA TÉCNICA

Santos 2×0 São Paulo

Campeonato Brasileiro Série A – 5ª rodada

Data: 20 de junho de 2021, domingo

Horário: 16 horas

Local: Estádio da Vila Belmiro, Santos-SP

Arbitragem: Savio Pereira Sampaio (DF), Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF);

Gols: Marinho, aos 26’ e Gabriel Pirani, aos 43’ do 1º tempo

Santos: John; Pará, Luiz Felipe, Luan Perez e Felipe Jonatan; Camacho (Balieiro), Jean Mota, Gabriel Pirani (Zanocelo) e Marcos Guilherme (Danilo Boza); Marinho (Lucas Braga) e Kaio Jorge (Madson). Técnico: Fernando Diniz

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa (Leo), Bruno Alves e Reinaldo; Liziero, Gabriel Sara (Benitez) e Rigoni (Talles); Welington, Luciano e Eder (Galeano). Técnico: Hernán Crespo