Sebrae reúne produtores da agricultura familiar de Curaçá em oficina sobre empreender no campo

0
114

Sebrae reúne produtores da agricultura familiar de Curaçá em oficina sobre empreender no campo

Ação integra o Programa Circuito Agro e atendeu 20 produtores de entidades da região

Por Carlos Humberto

Produtores Rurais da Agricultura Familiar em Curaçá, no Norte da Bahia, participaram, no dia 21 de outubro, da oficina de capacitação Seja Empreendedor no Campo, realizada pelo Sebrae com o apoio do Núcleo das Associações do Vale do São Francisco Curaçá (NAVASF) e participação da União dos Pequenos Produtores da Fazenda Ipoeira Dantas e Adjacências (UPIDA), da Associação Agro Santa Rita, representada pela presidente Alaíde Ferreira Alves dos Santos, e José Antonio Torquato, presidente da Associação Comunitária de Pedra Branca.

A ação integra o Programa Circuito Agro, criado pelo Sebrae para capacitar e fortalecer a cadeia produtiva da agricultura familiar.

O tema do encontro foi apresentado pelo economista Fabrício Andrade, consultor e especialista em gestão financeira e marketing.

Aloisio Pereira Alves, presidente da UPIDA, considera o encontro como um reinício de trabalho. “A presença do Sebrae, trazendo conceitos importantes do que significa empreender, desperta entre nós, produtores rurais, o espírito que estava adormecido e tenho certeza de que vai despertar e alavancar o interesse em produzir mais e melhor para o nosso crescimento individual e coletivo”, discursou Alves.

Analista técnico do Sebrae em Juazeiro e gestor do Programa Circuito Agro na região, Edlan Amaral explica que as oficinas levadas às comunidades rurais é um trabalho realizado pelo Sebrae com o objetivo de aproximar do produtor, levando conteúdo de qualidade e com uma linguagem acessível.

“Essa oficina é uma continuação dos encontros anteriores realizados em comunidades de áreas de atuação do Sebrae, que buscam incluir nas associações e cooperativas o significado e a importância do empreendedorismo em todas as atividades”, explica Amaral.

Para o analista, a partir dessa concepção, “entender e praticar é fundamental porque, ao despertar a visão empresarial, o produtor ou a produtora rural ganha maturidade e equilíbrio para gerir, de maneira profissional, o seu negócio” finaliza o gestor.