Da Redação
Roberto Firmino comemora gol contra a Venezuela no Morumbi (foto: Getty Images/Fifa)

Previsível e sem criatividade a seleção brasileira penou para vencer a Venezuela na noite desta sexta-feira (13), no Morumbi, por 1 a 0, em partida válida pela terceira rodada das Eliminatórias para a Copa do Catar. O gol brasileiro foi marcado pelo atacante Roberto Firmino, aos 21 minutos do primeiro tempo.

O forte sistema defensivo armado pelo técnico português José Peseiro, com até seis jogadores à frente da zaga, fechou os espaços, e o time brasileiro, sem a ousadia e criatividade de Neymar e Philippe Coutinho, ausentes por contusão, se tornou burocrático, trocando passes inconsequentes “cantados” pelo técnico Tite à beira do campo.

Para despertar as arquibancadas vazias, dois lances marcaram o primeiro tempo, quando o Brasil teve dois gols corretamente anulados pela arbitragem, anotando impedimento de Renan Lodi, no primeiro, aos oito minutos, e falta de Richarlison no segundo, aos 40.

A seleção voltou do intervalo com os mesmos problemas, trocando passes em ritmo lento e sem conseguir penetrar na área vinotinto. A monotonia só veio ser quebrada aos 21 minutos, quando Roberto Firmino aproveitou sobra na pequena área e empurrou a bola para o gol, definindo a magra vitória da seleção no terceiro jogo das Eliminatórias 2020.

O Brasil termina a terceira rodada em primeiro lugar com nove pontos em três jogos, enquanto a Venezuela completa três jogos com derrota nesta fase da competição, e ocupa a nova posição, à frente da Bolívia também com zero ponto.

Próximos jogos

Brasil e Venezuela voltam a campo na terça-feira (17) pela quarta rodada das Eliminatórias. O time de Tite viaja a Montevidéu para enfrentar a Seleção do Uruguai, no Centenário, às 20 horas. Mais cedo, às 18 horas, a seleção venezuelana recebe o Chile no Estádio Olímpico, em Caracas.

FICHA TÉCNICA
Brasil 1×0 Venezuela
Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 – 3ª rodada
Data: 13 de novembro de 2020 (sexta-feira)
Horário: 21h30
Local: Morumbi
Arbitragem: Juan Benitez, Eduardo Cardozo e Milciades Saldivar, todos paraguaios
Gol do Brasil: Roberto Firmino, aos 21 minutos do segundo tempo

Brasil: Éderson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Telles); Allan, Douglas Luiz (Lucas Paquetá) e Éverton Ribeiro; Gabriel Jesus (Everton Cebolinha), Roberto Firmino e Richarlison (Pedro). Técnico: Tite

Venezuela: Fariñez; Feltscher (Del Pino Mago), Yordan Osorio, Wilker Ángel e Rosales (Gonzalez); Junior Moreno, Tomás Rincón, Cristián Cásseres, Darwin Machís (Savarino) e Soteldo (Otero); Rondón. Técnico: José Peseiro