Por Jota Jota
Jota Jota

De há muito tempo, os clubes do interior do estado, os chamados pequenos, e que disputam os certames considerados nacionais, tais como Copa do Brasil, do Nordeste e Brasileiro de séries C e D, comem o verdadeiro pão que o diabo amassou, tendo em vista, que nenhuma ajuda recebe da MADRASTA do futebol baiano, a Federação Baiana de Futebol.

A começar pelo certame baiano, os times vivem da OUSADIA de seus abnegados dirigentes, que tiram do próprio bolso na maioria das vezes, para manter viva a agremiação, pagando salários de jogadores e despesas.

Este ano, os clubes baianos estão bem na série D, e podem se classificarem os três, para a fase seguinte da competição, mas estão sem dinheiro, e a rica FBF, faz olhos e ouvidos de mercador, e nem representante manda para seus jogos fora da Bahia.

E, depois de um triunfo em casa, onde chegou a vice líder do seu grupo, o presidente do Atlético de Alagoinhas, faz um apelo DRAMÁTICO para os moradores da cidade. Vejam e tirem suas conclusões.

https://www.instagram.com/tv/CGL-sIeHxrO/?igshid=189czwxofojug