Falôôô... A opinião de Jota Jota
Jota Jota

Os times que vão disputar a série B do certame baiano estão com o tempo praticamente esgotado, no sentido de que seus olheiros possam verificar o que lhes poderá ser útil, na disputa por um lugar na série A em 2021, porque como todos sabem, apenas um clube vai chegar no topo.

A Rádio corredor dá informações nem sempre precisas, de que os clubes empresas vão utilizar jogadores de times que não se classificarem para a semifinal e, depois da final, usar alguns de times que, por acaso, não forem participar dos certames das séries D e C. Mas a UNIRB e o Barcelona, através de seus dirigentes, não versam sobre o assunto.

Que as parcerias existem não se pode ter dúvidas, principalmente do Barcelona e Fluminense, que já mostraram claramente, que o Centro de Treinamento já fora cedido ao time de Ilhéus. O que o Pastor Tom, presidente do Fluminense, e o CO do Barcelona, Welinton Nascimento, dizem é a respeito de jogadores, isso porque quem vai cuidar destes detalhes é o Pastor Márcio, embora se tenha conhecimento de que existem outros observadores espalhados, vendo jogos em vários estados.

A preocupação agora é a queda de produção do Fluminense, que acabou perdendo dois jogos seguidos, sendo um dentro de casa, e outro nos minutos finais em Conquista, o que lhes diminuiu a probabilidade de classificação, embora a matemática ainda permita esta hipótese. Pude ver mais uma vez de perto, o time do Touro em ação, e digo…

Não entendi as modificações, a letargia do time inteiro no primeiro tempo, e parte da etapa final, só acordando de vez, depois de tomar dois gols, e o técnico Edu Silva colocar em campo Guto, Clayton Domingues e o lateral de ofício Willian, o time cresceu no setor de criação, chegou ao empate em dois a dois, mas por um novo descuido, levou a pá de cal nos segundos finais.

Como não vejo os treinamentos, mas sim os jogos, e nos dois que pude observar, Guto e Clayton Domingues não podem ficar fora do elenco do Fluminense, mas como adiantei não vejo os treinamentos, e o treinador deve ter seus motivos para deixá-los no banco, e se for por excesso de preciosidade, errou feio, consertou, mas a bola pune, e puniu ‘de com força’ e Edu Silva, foi demitido do cargo. Na coletiva ainda no Lomanto Junior, o treinador deixava transparecer que perderia o cargo e aconteceu.

Voltando aos olheiros, ou observadores como queiram, as duas rodadas que faltam serão preciosas para que se possa ver os pretendidos, isso porque as classificações estão em aberto, pois apenas o Bahia, tem uma ligeira vantagem, e não pode se descuidar, embora muitos já computam sua participação no G-4, sobrando apenas 3 vagas, para seis times, Bahia de Feira, Vitoria, Atlético, Juazeirense, Jacuipense e o Fluminense, que depende de resultados paralelos, que venham lhe favorecer, em caso de triunfar nas duas últimas rodadas.

Na zona maldita, nada está definido. Doce Mel e o Jacobina vão brigar até a última rodada, mas ambos têm confronto direto em Jacobina na oitava rodada, o time da casa, só tem um resultado a ser conseguido, triunfar para também somar 4 pontos, em caso de empate, o xeque-mate ficará para a nona rodada.

Não sei bem o que os olheiros dos clubes informaram aos seus departamentos sobre o que viram em Conquista, porque eu não vi nada que pudesse encher os olhos. A não ser raça do Touro para empatar e a força do Bode que levou ao triunfo, poucos atletas mostraram do que podem ser capazes, faltou muito.

#PRONTOFALEI.