Falôôô... A opinião de Jota Jota
Jota Jota

Que me perdoem os meus fiéis leitores, destas minhas duas colunas diárias, no centraldenoticiasrms.com.br, e no agenciach.com br, mas está ficando impossível falar sobre o time do Vitória, que em determinado momento dá uma certa esperança, mas logo em seguida volta a fazer com que seu torcedor fique de cabeça baixa, vendo as oportunidades vazarem pelo vão dos dedos.

Irreconhecível o time na tarde desta sexta-feira, diante do Oeste de Itápolis, mas que joga na Arena Barueri, sendo o último colocado na tábua de classificação, um time que apanhou de gregos e troianos, mas bateu no baiano do Barradão e agora em seu terreiro.

Os comentários nas redes sociais são os mais cabulosos, raivosos e incrédulos, não só pelo que jogou om elenco, mas pelas pexotadas cometidas.

Sem querer ser rigoroso, ninguém escapou da derrota. Os melhores em campo estavam de camisa vermelha e preta, mas não era o Vitória e sim, o Oeste – o time do técnico Mazola atuou de branco.

Uma VERGONHA o time do Vitoria em campo, até parece que foram para a farra na quinta-feira, mas sextou foi hoje, uma lentidão de estressar os olhos, daqueles que teimaram em ver a partida até o seu final. E pelo amor de meu Jesus Cristim, não me falem em DESFALQUES, porque o time do Vitoria não se resume em apenas três nomes. Ou estou enganado?

Aliás, estas tragédias que estão acontecendo no futebol da Bahia, não são novidades. Elas estão anunciadas há muito tempo, ou anos como queiram. Toda a imprensa, aquela de ação imparcial, vem alertando sobre a atual fase, e que ela chegaria em breve, caso atitudes não fossem tomadas. E aí está a rebordosa, com resultados negativos, um atrás do outro, que impedem o time de ter uma reação satisfatória. Quem vai dar um jeito, sinceramente não sei, pois a MÃE DINÁ faleceu em São Paulo tempos atrás.

Oeste 2 Vitoria 1, acredite se quiser.

#PRONTOFALEI.

(O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)