Falôôô... A opinião de Jota Jota
Jota Jota

Depois dos resultados dos jogos desta sexta feira 8, em pelo menos um deles o Vitoria foi beneficiado. O empate sem gols de entre Figueirense e CSA ajudou, muito embora o Náutico tenha vencido e ultrapassado o Leão. Mas, em suma, o time rubro negro teve favorecimento, mas nada disso vai adiantar se o Vitoria não fizer a sua parte.

Sabemos que o jogo da tarde/noite deste sábado em Belo Horizonte não será nada fácil, pois enfrentar o América Mineiro, que busca o título da competição, será sim um osso duro de ser roído, mas quando se está com fome, até sopa de pedra, nos alimenta. Muito difícil a soma de pontos, sim claro, mas jamais impossível de se conquistar. O elenco rubro negro tem perdido jogos para ele mesmo, time que não mostra em campo a verdadeira raça nordestina, baiana, e principalmente leonina.

Leo Ceará, esperança de gols do Vitória (Foto: Pietro Carpi/ECV

A maldita zona do rebaixamento vem posicionada logo após a curva e se não a fizer bem feita a derrapagem pode levar o time para fora da pista, e em lugar sem acostamento (a gordura já foi queimada) e o piloto Rodrigo Chagas vai ter que levar no braço e, para isso acontecer, a injeção de ânimo será importante nas preleções motivacionais, já que na técnica os moços que vestem a camisa vermelha e preta deixam sempre a desejar.

Mas é hora de pensamento positivo, de enviar bons fluídos, de acreditar, empurrar o Leão pra cima do Coelho. Assim o torcedor vai ajudar de alguma forma, torcer contra, e acreditar será fatal neste momento crucial por que passa a agremiação. Terceira divisão nem pensar, chega de tanto sofrimento, basta a pandemia, o ano de 2020, e as péssimas administrações, que passaram pelo portão 16 do Barradão.

América versus Vitória (gostei do versus), um jogo para ser marcado na história dos dois clubes. O Coelho pode chegar com Lisca Doido a campeão da série B, e retornar para elite do nosso futebol, e para Rodrigo Chagas, o interino que poderá mostrar o seu valor, e ir se fixando como treinador e dirigir não só o Vitoria, mas outros clubes pelo Brasil.

Fiquem de olho. O jogo, se o rubro negro jogar, vai ser sim senhor de tirar o chapéu, mas como disse, o Leão vai precisar RUGIR, porque até agora, vem miando timidamente. Como é o Rei das Selvas, pode acordar a qualquer momento, e que o seu despertar seja hoje, no Horto, sem cair e voltar morto.

#PRONTOFALEI.

(O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)