Da Redação – por Jota Jota

Atlético de Alagoinhas e o Bahia de Feira foram a campo na tarde deste sábado 12, e não conseguiram dar presente aos torcedores no Dia dos Namorados. Confira como foi o desempenho dos dois representantes baianos.

BAHIA DE FEIRA

Foi até o interior das Alagoas e perdeu para o Murici por dois tentos a zero, com gols de Igor e André, um em cada tempo do jogo. O Tremendão mais uma vez não conseguiu se apresentar bem. Lento, jogou mal a etapa primeira, sem força para ameaçar o adversário, até que tomou o primeiro gol.

No intervalo, depois de um bom puxão de orelhas do técnico Oliveira Canindé, o time voltou mais aceso, pressionando o adversário, mas acabou por levar o segundo gol, e perdeu a sua primeira partida na competição. O Bahia de Feira, fica apenas com o ponto conquistado em casas diante do Sergipe.

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

O campeão estadual da Bahia jogou a primeira em casa, depois de ter conseguido em Arapiraca, na primeira rodada, um empate com gosto de derrota, pois fora bem melhor do que o adversário todo o tempo, e esperava-se em Alagoinhas que fosse reeditar seus jogos, mas não foi o que pudemos ver.

O Carcará esteve abaixo do que pode e sabe fazer, o Itabaiana que não fora diferente da partida diante da Juazeirense, conseguiu ser melhor que os donos da casa, e por muito pouco não consegue levar os três pontos de Alagoinhas. O placar em branco, ficou de bom tamanho para o time atleticano.

CONCEITO

Não consigo admitir, e muito menos entender, que Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas possam ter caído vertiginosamente de produção, depois das duas partidas da final do certame baiano, quando apresentaram um futebol de alto nível. Será que isso se deve a saída de alguns titulares nos dois clubes? Apesar de reforços terem chegado, fica a impressão que o chamado conjunto, ou entrosamento como queiram, ainda não apareceu. Mas o futebol tem destas coisas, e esperamos que durante a semana, os dois treinadores possam encontrar os erros e acertar seus times.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA.