SESAU realiza nova testagem em idosos e funcionários do Abrigo São Vicente de Paulo utilizando método de maior eficácia no diagnóstico da COVID-19

Por Fabiana Diniz/SESAU

A Secretaria da Saúde (SESAU) realizou nesta quinta-feira (16) mais uma testagem rápida para diagnóstico da COVID-19 em funcionários e idosos do Abrigo São Vicente de Paulo. Desta vez, foi utilizado o método SWAB para diagnóstico de antígenos virais, que coleta o material para amostra através do nariz, tem maior eficácia e o resultado é obtido entre 15 e 30 minutos.

Foram aplicados 34 testes entre idosos residentes e funcionários da casa. Dos testes aplicados, 2 testaram positivos e são de funcionários que já estão afastados de suas funções.  A cozinheira Clébia Batista foi uma das que realizou o exame e para ela “foi muito bom para saber quem tem ou não a doença e poder trabalhar de forma mais tranquila”, afirmou.

A médica Alana Moreira aplicou os testes e explicou como funciona o método. “Esse teste pode ser feito a partir do primeiro dia do sintoma quando o vírus está nas vias aéreas e as chances de identificar precocemente a doença é bem maior, o que acaba diminuindo a cadeia de transmissão”, esclareceu. Para ela, o teste é importante para quem está em uma instituição de longa permanência, principalmente, para os funcionários, pois estes saem diariamente para suas casas retornando no dia seguinte. “É essencial saber quem tem a doença, isolar esta pessoa e intensificar o monitoramento dos seus sinais vitais. Mas, o principal é identificar a doença nos trabalhadores de forma precoce para que ele seja afastado e não contamine os idosos da instituição”, frisou.

A presidente do Abrigo, Raimunda Vieira, agradeceu mais uma vez o apoio da gestão municipal. “Acho fundamental esse zelo do município, pois temos muitos idosos aqui e eles fazem parte do grupo de risco não só pela idade, mas também por possuírem alguma comorbidade. Eles precisam de atenção especial, a preocupação hoje é bem maior e toda a equipe está orientada e redobrando os cuidados”, afirmou.