Roger Martinez e Zapata foram os algozes do time albiceleste

Por Carlos Humberto – texto e fotos
Lerma 16, autor do cruzamento do segundo gol da Colômbia (Foto: Carlos Humberto)

A Fonte Nova em peso esperava um jogão de bola. E foi. Para a Seleção da Colômbia que, sob o comando de James Rodriguez, neutralizou Messi e aplicou um chocolate na Seleção Argentina por 2 a 0. Os gols, marcados por Roger Martínez, aos 25, e Zapata, aos 40, aconteceram no segundo tempo, diante de um adversário sem forças para esboçar qualquer reação.

Os primeiros 45 minutos já sinalizavam uma Colômbia com personalidade, dominando o meio de campo, e com Messi vigiado de perto. O time do técnico português Carlos Queiroz apresentou Ospina, um goleiro seguro em todos os fundamentos, e uma defesa compacta e atenta. Na meia cancha, coadjuvado por Cuadrado, um James Rodriguez inspirado lembrava os bons momentos apresentados na Copa do Mundo do Brasil, quando foi o artilheiro.

James Rodriguez é o verdadeiro maestro no time colombiano (Foto: Carlos Humberto)

A seleção argentina decepciona. Dependente excessivamente de Leonel Messi, que aos 31 anos parece sentir o peso da idade, os comandados de Lionel Scaloni, apresentaram um futebol confuso e sem inspiração. Outro que não vive bons momentos é o atacante Di Maria. Isolado na lateral do campo foi facilmente anulado e nada criou.

A figura de Messi cabisbaixo é um reflexo do pobre futebol apresentado pela Argentina (Foto: Carlos Humberto)

Na próxima rodada a Colômbia enfrenta o Catar, no dia 19, no Morumbi, às 18h30. No mesmo dia, às 21h30, a Argentina pega o Paraguai, no Mineirão. Os jogos são válidos pelo grupo B, liderado pela Colômbia.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 0 X 2 COLÔMBIA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 15 de junho de 2019, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

Público presente: 35.572 pessoas
Renda: R$ 9.259.710,00

Gols: Roger Martínez, aos 25 do 2ºT, e Zapata, aos 40 do 2ºT (Colômbia)
Cartões amarelos: Rodríguez, Paredes e Saravia (Argentina); Falcao, Cuadrado, Lerma e Zapata (Colômbia)

ARGENTINA: Armani; Saravia, Otamendi, Pezzella e Tagliafico; Rodríguez (Pizarro), Paredes, Messi e Lo Celso; Aguero (Matías Suárez) e Di Maria (De Paul). Técnico: Lionel Scaloni

COLÔMBIA: Ospina; Medina, Davinson Sánchez, Mina e Tesillo; Barrios, Uribe e Cuadrado (Lerma); James Rodríguez, Falcao (Zapata) e Muriel (Martínez). Técnico: Carlos Queiroz