Superesportes - Foto: Sport/Divulgação

Após arrancar o empate por 1 a 1 nos acréscimos contra o América-RN, na Arena das Dunas, pela Copa do Nordeste, o Sport volta agora suas atenções para o Campeonato Pernambucano onde também precisa se recuperar. Com sete pontos, o Leão se encontra na 7ª colocação do Estadual, fora da zona de classificação à próxima fase, e faz na Quarta Feira de Cinzas um confronto direto contra o Salgueiro (6º também com sete pontos), no Cornélio de Barros. Partida que significará o fim do rodízio dos atletas rubro-negros

Em entrevista logo depois do empate com o América-RN, no último sábado, o técnico Daniel Paulista voltou a afirmar que irá mandar a campo a força máxima à disposição. “A gente vai colocar sempre a melhor equipe que temos em mãos. Situações pontuais serão sempre estudadas e nós vamos na reapresentação analisar o momento de cada atleta”, destacou.

O treinador leonino também voltou a defender a ideia de ter definida uma equipe base do Sport. E reclamou que, por ter adotado um rodízio de times entre jogos do Estadual e Regional, alguns jogadores ainda não estão no ritmo ideal de competição.

“Alguns atletas estão com poucos jogos dentro da temporada e isso está fazendo falta. Eles estão sentindo esse ritmo, essa condição. E isso só vai melhorar se esses atletas jogarem, mas também a gente não pode passar do ponto para não aumentar o risco desses jogadores se lesionarem e prejudicar ainda mais o nosso momento atual”, afirmou.

Após o jogo contra o Salgueiro, o Sport terá mais dois compromissos pelo Campeonato Pernambucano, antes de voltar a campo pela Copa do Nordeste. Os rubro-negros encaram o Afogados, na Ilha do Retiro, no próximo sábado, e na sequência visita o Petrolina, no dia 4 de março.

Pelo Regional, o Sport só volta a atuar no dia 7 de março, contra o Santa Cruz, na Ilha.