Da Redação - Foto: SportTV/Reprodução

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) apenas advertiu a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg. A decisão saiu nessa terça-feira (13). A atleta gritou “Fora Bolsonaro” ao conquistar a medalha de bronze na 1ª Etapa do Circuito Brasileiro.

A decisão do STJD foi baseada no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): “deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento. Geral ou especial, de competição.”

Ao receber essa pena, a jogadora poderá participar, portanto, da próxima etapa do Circuito Nacional. Carol corria risco de levar uma punição mais pesada. Pelo artigo 191, Carol poderia também receber uma multa com valor entre R$ 100 e R$ 100 mil, além da suspensão de um a seis jogos.