Texto: Maria Akemi - Foto: PA Images

A lista só aumenta. Depois de Grigor Dimitrov, Borna Coric e Viktor Troicki foi a vez do tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic testar positivo para o novo coronavírus. Djokovic organizou e participou do Adria Tour, torneio na Sérvia que aconteceu no último dia 13.

Todos os tenistas citados acima estiveram no país, confraternizaram dentro e fora da quadra e há registros também de positivos nas esposas de Troicki (que está grávida) e de Djokovic. Além deles, dois treinadores do número 1 estão contaminados.

Hoje (23) ao confirmar sua contaminação, Djokovic pediu desculpas e reconheceu ter errado. O que já é delicado se complica ainda mais, pois um artista que esteve em uma festa do torneio e confraternizou com os jogadores também testou positivo nessa terça-feira.

Djokovic que é anti-vacina, anti-testes rotineiros e ignorou as recomendações da OMS conhece o poder do vírus da pior forma. Um péssimo exemplo para quem é o número 1 e lidera o Conselho dos Tenistas.