Por JOTA JOTA
Delegação do Boca Juniors Delegacia BH – Foto Edesio Ferreira-EM-DA Press)

Ao final da partida em que fora eliminado pelo Atlético em Belo Horizonte, jogadores e comissão técnica do Boca Juniors da Argentina, partiram para agressão ocasionando uma briga generalizada no Mineirão. Os portenhos invadiram acesso aos vestiários do time atleticano, quebraram bebedouro e grades de proteção, para atingirem seguranças do estádio.

Foi obrigada a intervenção da Polícia Militar, que precisou utilizar de spray de pimenta, para dispersar os argentinos, que não se conformavam com a eliminação, ao ter um gol anulado, pela intervenção do VAR.

Resultado, pelo acontecido, a delegação do Boca foi levada para a delegacia da Av. João XXIII da capital mineira, para prestar depoimentos. Até as 9 da manhã, os dois ônibus da delegação, se encontravam parados na frente da DP. O quarteirão foi interditado para dar mais segurança aos argentinos.

Oito jogadores argentinos foram identificados e estão sendo acusados de agressão e danos ao patrimônio. Com isso a delegação perdeu o voo fretado para após a partida, que fora cancelado. Quando deixarem a delegacia, a delegação retorna ao hotel e só depois o voo de volta será marcado.