Falôôô... A opinião de Jota Jota

Não se trata de ser ou não pitonisa, ou mesmo um seguidor ativo da falecida MÃE DINÁ, mas quando se trata de um clássico, seja ele onde for, o resultado final é uma incógnita, estejam como estiverem as duas equipes, e não fora, e nem será diferente no maior clássico do Norte e Nordeste, o tradicional BA VI, seja jogado onde for, com torcida única ou não, e com disparidade administrativa, esta que nem entra em campo, na hora do acerto de contas.

Dissemos em comentários anteriores, de que, não se cravar resultado, mesmo tendo um dos dois clubes como favorito, favoritismo este, que cai por terra, assim que a gorduchinha comece a rolar, em jogo valendo três pontos, seja qual for a competição, e em mais uma edição do BA VI, o placar ficou igual, com um gol para cada lado, e um em cada tempo, não de um futebol espetacular, mas aceitável, aos olhos dos poucos mais de 43 mil torcedores, que estiveram na Arena Fonte Nova.

O resultado da partida, tem vertentes sérias, para que sejam observadas, evitando que erros sejam cometidos, em face ao placar construído, começamos olhando pelo lado do Bahia, onde torcedores e a própria imprensa, usando a fase do momento, dava o tricolor, como favorito na partida, pela ótica dos jogos realizados pelos dois times, embora o esteja o Vitoria, ainda invicto na temporada, pelo lado do rubro negro, os próprios torcedores, a não ser pelo coração apaixonado, não acreditava em uma supremacia do seu time.

Aí depois do jogo, vamos para a moral da história. O Bahia não tem, o supra time espetacular, que o seu torcedor acreditava ter, e que golearia o seu rival, por estar navegando em céus de brigadeiro, administrativamente falando, a partida diferenciada por ser um clássico, acendeu o sinal de alerta, para que os dirigentes não seitem em berço esplendido, achando o elenco a nova maravilha do mundo, virando a chave, o maior medo do torcedor do Vitoria, recai sobre o que pode estar pensando os seus diretores, que depois de um empate contra um time “melhor” armado, acredite em todos os sentidos, que o elenco formado, é o definitivo para a temporada, baseando-se no resultado de campo em um clássico, as avaliações se erradas, trarão prejuízos monstruosos aos dois times.

Na visão dos torcedores, os tricolores não aceitam complacentemente o resultado, porque tinha o seu time, como o melhor, acreditando em uma goleada, a frustação fora visível, por outro lado, os afoitos rubro negros, já foram para as redes sociais, retrucando as postagens do decantado placar dilatado, achando que o time foi muito bem. Aí mora o perigo, se o administrativo do leão, acreditarem em no mesmo sonho.

Para nós outros, que não tentamos adivinhar nada, e que esperamos acontecer para analisar fatos, já vimos reverterias impressionantes, resultados incabíveis e inimagináveis, porque o jogo é jogado, e depende da adrenalina dos combatentes, na hora da batalha.

Agora é aguardar, os acontecimentos em sequência, já que ambas as equipes, possuem objetivos iguais, e atuarão paralelamente em algumas competições, apenas se separando no certame brasileiro em suas séries. No final da batalha, guardadas as estratégias dos treinadores. Salvaram-se os feridos, sem mortes.

#PRONTOFALEI.