Da Redação - Por Carlos Humberto
Jogadores comemoram vitória sobre o Botafogo que garantiu o clubea na Série B (Foto: Pietro Carpi/ECV)

No Barradão, o Vitória venceu o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0, e garantiu permanência na Série B de 2021. O gol que salvou o Leão da Barra de cair para a Série C foi marcado pelo zagueiro Robson, contra, no segundo tempo, desviando chute de Dudu em cobrança de falta, dando um ponto final na agonia vivida pelo clube nas últimas rodadas.

Com o triunfo, o time baiano chegou aos 45 pontos, no 15º lugar, não podendo mais ser alcançado pelos concorrentes da parte de baixo da tabela, independente dos resultados da última rodada. Já o Botafogo, se mantém na penúltima posição, somando 34 pontos.

O torcedor rubro-negro comemorou o resultado como se fosse a conquista de um título, afinal o desempenho do time na temporada que se encerra é para esquecer. Além do fracasso no campeonato estadual, o Vitória também fracassou na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil. Menos mal que permaneceu na Série B.

Segue a tabela

Na última rodada do Brasileiro da Série B, o Vitória, fora do rebaixamento, visita o Brasil de Pelotas, em Bento de Freitas-RS, no sábado 29, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Botafogo faz duelo de rebaixados com o Operário, no Estádio Santa Cruz.

REBAIXADOS

Figueirense (39), Paraná (36), Botafogo (35) e Oeste (29) caíram para a Série C.

FICHA TÉCNICA

Vitória 1×0 Botafogo-SP
Campeonato Brasileiro Série B – 37ª rodada
Data: 26 de janeiro de 2021 (terça-feira)
Horário: 21h30
Local: Estádio Barradão (Salvador-BA)
Arbitragem: Emerson Almeida Ferreira, (MG), Pablo Almeida da Costa (MG) e Magno Arantes Lira (MG)
Gols: Robson (contra), aos 14’ do 2º tempo

Vitória: César; Van, Wallace, João Victor e Leocovick; Guilherme Rend (Dudu), Lucas Cândido e Fernando Neto (Gerson Magrão); Alisson Farias (Marcelinho), Thiago Lopes (Mateusinho) e Léo Ceará.

Botafogo: Igor Bohn; Raniele, Róbson, Walisson Maia e Guilherme Romão; Edson Júnior (Elicarlos), Val (Judivan) e Matheus Anjos (Eduardo); Jeferson, Emerson (Matheus Índio) e Ronald (Lucas). Técnico: Altair Coimbra (auxiliar)