Da Redação – Jota Jota
Vitoria x Fortaleza copa do brasil 12052022 – foto Pietro Carpi-ECV

Os poucos mais de 2 mil torcedores do Vitoria que foram ao Barradão ver a partida de volta diante do Fortaleza, tiveram mais uma decepção na véspera do aniversário de 123 anos da fundação do clube, ao perder por 1 a 0 para o Fortaleza, gol de Yago Picachu ao apagar das luzes.

O técnico Fabiano Soares teve muitas dificuldades para montar seu time devido aos desfalques, e os que estiveram em campo até que lutaram, mas a falta de qualidade na linha de frente fez com que em mais uma partida, o seu fiel público ficasse sem o grito de gol.

Criou algumas oportunidades, mas sem a concretização das mesmas, a falta de qualidade individual é enorme, sem contar que Fabiano Soares fez as cinco alterações com 30 minutos de jogo, e Eduardo contundido foi para o sacrifício sentindo câimbras e um desconforto na virilha.

Todos sabiam da impossibilidade de uma reviravolta no placar agregado, mas confiavam em uma vitória rubro negra, e esta não veio mais uma vez. Ao final do jogo, pode se sentir o amor do torcedor pelo seu clube, diante de tantas adversidades e insucessos, o torcedor fez o tradicional grito de incentivo… “VAMOS SUBIR NEGOOO”, uma vez que agora só resta mesmo a série D para competir, com uma necessidade monstruosa de se recuperar saindo da zona de rebaixamento.

O Vitoria só volta a campo na quarta-feira 18, quando receberá no Barradão o Botafogo da Paraíba.

FICHA TÉCNICA

Vitória 0 x 1 Fortaleza

Copa do Brasil – 3ª fase (jogo de volta)

Local: Barradão, em Salvador (BA)

Data: 12/05/2022 (quinta-feira)

Horário: 19h

Renda: R$ Público: 2.600

Gols: Yago Picachu

Árbitro: Paulo César Zavonelli (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

Vitória: Lucas Arcanjo; Alemão (Matheus Moraes), Danilo, Marco Antônio e Iury; João Pedro, Daniel Bolt (Alan Pedro), Léo Gomes (Alysson Santos) e Eduardo; Roberto (Trelles) e Luidy (Gabriel Santiago). Técnico: Fabiano Soares.

Fortaleza: Boeck; Landázuri, Matheus Vargas (Di Pietri), Titi (Zá Uelisson) e Juninho Capixaba (Sammuel); Benevenuto, Robson, Mateus Jussa e Lucas Crispim (Yago Picachu); Ronald e Romarinho (Hércules). Técnico: Vojvoda

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here